A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 21 de Janeiro de 2018

10/10/2013 11:08

Parentes de doméstica suspeita de furto apedrejam casa da vítima no São Bento

Graziela Rezende
Portão da casa ficou danificado.Portão da casa ficou danificado.

Um dia após comunicar a Polícia o furto de mais de R$ 100 mil em jóias, além de pertences e bolsas de grife por parte da empregada doméstica, a administradora de 36 anos sofreu um atentado em sua residência no bairro São Bento, em Campo Grande. A Polícia foi ao local e constatou que os parentes de Eunice Batista, 37 anos, a “Nice”, seriam os responsáveis pelo crime.

Segundo a vítima, enquanto a suspeita e a irmã prestavam depoimento na delegacia, a sobrinha dela e mais três adolescentes foram ao local. Em um primeiro momento, as câmeras de segurança flagraram quando a jovem tocou o interfone e disse: “Quero saber o que está acontecendo, porque a minha tia e a minha mãe estão na delegacia”, conta ao Campo Grande News a empresária de 36 anos.

Neste momento, o seu marido respondeu que “ela não trabalhava mais no local e que deveria procurar saber dela na delegacia”, quando a jovem passou a insultá-lo e proferir ameaças, dizendo que retornaria para “destruir” a casa deles. Logo em seguida, as imagens captam o momento em que ela e mais três adolescentes chegam ao local.

“Eu estava prestes a sair de casa quando isso aconteceu. Fiquei assustada, porque as crianças poderiam estar brincando na garagem e serem atingidas”, comenta a administradora. Policiais da 1ª Delegacia de Polícia foram ao local e fizeram a perícia, constatando os danos no imóvel. A filha da Nice também foi ao local e disse não saber da atitude dos familiares.

“Eles ainda jogaram pedras, foi um estrondo enorme. Estamos assustados, só queremos que isso tudo acabe logo. E o pior é que ela ainda fica me enviando mensagens dizendo estar arrependida, que minha família não merecia isso, mas sei que não está dizendo a verdade”, lamenta a empresária, que registrou uma nova ocorrência de ameaça.

Furto – Eunice foi indiciada por furto qualificado mediante abuso de confiança, após a dona da casa descobrir os furtos em 1 ano de trabalho da suspeita. Ela foi descoberta quando a vítima entrou em contato com um delegado por telefone, a autora ouviu a conversa e fugiu da casa.

Para a delegada Ana Cláudia Medina, responsável pelas investigações, Nice confessou os crimes. “Ela disse que vendeu para uma pessoa que compra jóias em um salão de beleza na rua 7 de setembro. Nós fomos ao local, porém a mulher comentou que já havia derretido grande parte. E sem checar a procedência, ela também foi indiciada por receptação”, explica a delegada.

Dano emocional – Segundo a vítima, as crianças, de três e sete anos, estão muito abaladas com o que ocorreu. “Elas tinham um vínculo emocional e de confiança com a mulher, foi um choque muito grande, principalmente porque a minha filha já entende o que aconteceu. Dessa história, tive uma grande lição, de nunca mais confiar 100% nas pessoas”, avalia a administradora.

Cara de pau - Já na delegacia, frente a frente com a ladra, a vítima diz que ela não demonstrou nenhum arrependimento. “Foi um grande erro meu, pensar que uma pessoa dócil, que só falava do netinho, poderia fazer tudo isso. No final, ao sair de lá, ela ainda teve a “cara de pau” de me chamar para segurar o menino no colo e pedir o passe de ônibus para ir embora”, finaliza a vítima

Especialista diz que doenças vasculares aumentam em até 30% no verão
Dados da Sociedade Brasileira de Angiologia e de Cirurgia Vascular, seção Rio de Janeiro (SBACV-RJ), indicam que as altas temperaturas, comuns da épo...
Com 817 processos, Justiça retoma julgamentos nesta segunda em MS
O TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) retoma nesta segunda-feira (22) as sessões de julgamento dos órgãos colegiados da Corte. Somente n...
Prazos processuais voltam a correr a partir de amanhã no judiciário de MS
O TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) alerta que os prazos processuais voltam a fluir normalmente a partir desta segunda-feira (22) no j...


Taí doença que não tem cura, portanto não merece perdão , bota policia em cima .
 
suzi da costa em 11/10/2013 18:57:48
Eles fazem isso para intimidar a vitima! Policia entra em ação e cadeia para essa ladra mesmo.
 
Del machado em 11/10/2013 02:28:34
Um absurdo isso!!! A patroa é roubada e ameaçada ! Cadeia para essa ladra! Ela pode lesar muitas outras pessoas inocentes.
 
Aisha Carvalho em 11/10/2013 02:24:14
Essas pessoas ligadas a doméstica são pobres: pobres de espírito e educação.
 
Jorge amado em 10/10/2013 18:01:01
Se roubou tem mais é que ir pra cadeia mesmo, me admira a familia ainda ter coragem de apedrejar a casa da patroa, deveriam apedrejar é a ladra!!!
 
Cleide Correa em 10/10/2013 13:55:18
Família metralha, deixa todo mundo dormir alguns dias no xadrez pra amansar.
 
Carlos Magno em 10/10/2013 11:14:34
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions