A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

05/10/2013 20:02

Presidente do Paraguai recebe expedição de MS

Vinícius Squinelo

O presidente do Paraguai, Horacio Manuel Cartes Jara, recebeu neste sábado (5) os integrantes da Expedição Ligando Povos - Unindo Oceanos, que busca alternativas para o transporte da produção de Mato Grosso do Sul até os portos chilenos de Arica e Iquique, abrindo uma importante rota pelo Oceano Pacífico. Horacio Cartes afirmou para o grupo que já passou a hora dos governos dos países da América do Sul abrirem de vez essa rota.

"Estamos empenhados em fazer o que for necessário para viabilizar um caminho que ligue os dois oceanos. Na semana passada, no encontro que tive com a presidente Dilma Rousssef, tratamos desse importante assunto. Nunca nenhum presidente do Paraguai se empenhou tanto para que isso se concretizasse. Fico muito feliz e animado em ver que empresários e representantes do governo de Mato Grosso do Sul estão também engajados nisso", afirmou o presidente Horacio Carte, parabenizando o grupo pela viagem.

Para o presidente do Sindicato das Empresas de Transporte de Carge e Logística de MS (SETLOG-MS), a expedição foi um sucesso e um aprendizado. "Reunimos as entidades mais representativas de nosso estado nessa viagem.

Representantes do governo de Mato Grosso do Sul, da FIEMS, da FAMASUL e da ACRISSUL, além de grandes empresários do setor do transporte, estiveram conosco nessa missão. Passamos por estradas boas, com ótimo pavimento, outras com asfalto precário e com pouco apoio para motoristas e muito movimentadas. Há muito a ser feito, mas, temos a certeza que podemos viabilizar esse caminho. Com apoio dos governos do Brasil, da Bolívia, do Chile e do Paraguai, que se mostraram bastante interessados nesse projeto, dos empresários e entidades de classe, poderemos num curto espaço de tempo trazer nossos produtos até o Chile", explicou Cláudio Cavol, presidente do SETLOG-MS.

Francisco Maia, presidente da ACRISSUL, que participou da viagem, disse que essa rota é de vital importância para o Mato Grosso do Sul. "Ter um novo caminho para mercados como a China, por exemplo, partindo pelo oceano pacífico, o que encurta a distância e barateia o frete, é uma ótima alternativa para que nossos produtos sejam ainda mais competitivos em outros mercados"afirmou Francisco Maia.

Nilton Pickler, vice-presidente da FAMASUL, outro que acompanhou toda a expedição, também mostrou confiança nesse projeto. "poder participar dessa viagem foi uma grande experiência. Uma coisa é ouvir que uma rota é viável ou não, outra e ver pessoalmente seu potêncial e perceber que há muita vontade dos setores envolvidos. Nos portos de Arica e Iquique, que já estão prontos para receber boa parte de nossa produção, vimos que há uma disposição muito grande em receber nossos produtos, com grandes investimentos que podem ser feitos num curto espaço de tempo para torná-los ainda mais competitivos. Nós apoiamos a iniciativa do SETLOG-MS e somos parceiros para levar essa rota a diante", afirmou Nilton Pickler.



Na qualidade Professor de Pós Graduação em Logística, esta iniciativa é bastante interessante do ponto de vista : "alternativas ao gargalo logístico Brasil".
Por outro lado, será que ninguém nunca pensou nesta hipótese, antes? Quais os "prós e contras"?
Fico ansioso para saber a conclusão desta "expedição glamourosa"
 
Sergio Ferreira em 15/10/2013 11:11:49
Na verdade, essa "expedição", para mim, não passou de um "turismo de bacanas" á bordo de caminhonetes de última geração!!
 
MARCELLO MENDES em 05/10/2013 21:01:04
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions