A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 16 de Julho de 2018

12/07/2009 14:37

UEMS se reúne com Puccinelli, que garante reajuste

Redação

Na sexta-feira à tarde os professores da UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul) foram recebidos pelo governador André Puccinelli (PMDB). Após a reunião, eles saíram esperançosos com a abertura do diálogo para que a crise financeira que assola a instituição seja resolvida.

Conforme a professora Margarete Soares da Silva, presidente do Aduems (Sindicato dos Professores da UEMS), que representa os 621 docentes atuantes em Dourados e em outras 15 cidades sul-mato-grossenses, houve um início de entendimento entre a instituição e o governo.

Margarete também enfatizou que em 2007 o governador revogou a lei da Autonomia da UEMS, que estabelecia percentuais de repasse à universidade. Segundo ela, o terceiro artigo da lei 2.583 estabelecia que os recursos orçamentários e financeiros destinados à instituição seriam calculados anualmente com base na receita tributária prevista para o respectivo exercício financeiro e que seriam garantidos os índices percentuais com aumentos gradativos até alcançar em 2008, o patamar de 3% da receita tributária líquida.

Na prática, não foi isso que aconteceu, segundo a professora, já que o governo deveria repassar recursos calculados em R$ 83.073.600,00, mas foram repassados apenas R$ 55.378.488,32, equivalentes somente a 66,66% da verba devida para a instituição. Nesse ano o repasse deveria ser de R$ 90 milhões, porém somente R$ 65 milhões foram repassados.

Correção Salarial - Durante a reunião com Puccinelli, além do aumento do repasse destinado ao custeio da UEMS, foram apresentadas as reivindicações trabalhistas dos professores e técnicos administrativos. Foi solicitada a correção salarial de 15%, aumento do auxilio alimentação retroativo a fevereiro de 2009 e mudança da data-base para os meses de janeiro de cada ano.

O governador, segundo Margarete, concedeu apenas 6% de reajuste salarial aos professores e as demais reivindicações ficaram sem respostas. No entanto, segundo a sindicalista, ele se comprometeu a não diminuir nominalmente nem percentualmente os repasses feitos à UEMS, referente ao exercício de 2009.

Supremo derruba aumento na coparticipação dos planos de saúde
O STF (Supremo Tribunal Federal) suspendeu uma norma da ANS (Agência Nacional de Saúde Complementar) que fixava em até 40% a taxa de coparticipação (...
Abertas inscrições para o concurso literário do Comando Militar do Oeste
O CMO (Comando Militar do Oeste) abriu inscrições para o concurso literário alusivo ao Dia do Soldado, na modalidade poema literário, com a temática:...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions