ACOMPANHE-NOS    
JULHO, SÁBADO  11    CAMPO GRANDE 17º

Direto das Ruas

Beneficiários denunciam “sumiço” do auxílio emergencial de contas

Por Anahi Zurutuza | 03/06/2020 17:29
Movimentação em frente a agência da Caixa em Campo Grande; banco estatal faz pagamentos do auxílio emergencial (Foto: Henrique Kawaminami/Arquivo)
Movimentação em frente a agência da Caixa em Campo Grande; banco estatal faz pagamentos do auxílio emergencial (Foto: Henrique Kawaminami/Arquivo)

Nesta semana, pelo menos dois sul-mato-grossenses tiveram surpresas nada agradáveis quando foram sacar o auxílio emergencial. Os R$ 600 haviam “sumido”.

Ontem (2), um homem de 58 anos procurou Delegacia de Aquidauana depois de descobrir que haviam gastado o dinheiro liberado pelo governo federal para o CPF (Cadastro de Pessoa Física) dele. Conforme apurou o site O Pantaneiro, a vítima explicou que havia feito a consulta e o valor estava na conta, mas quando foi à agência da Caixa Econômica Federal da cidade na segunda-feira (1º) descobriu que os R$ 600 haviam sido usados por meio de um cartão virtual. A Polícia Civil investiga o caso como estelionato.

Nesta quarta-feira (3), foi a vez do agricultor Valdeir Machado Dias, 39 anos, deixar a agência da Caixa da Avenida Gury Marques em Campo Grande decepcionado. Segundo ele, no dia 21 de maio, o auxílio foi liberado, mas a data para o saque marcada para hoje. “Quando eu cheguei lá me disseram que haviam pagado um boleto via celular”.

Valdeir explica que não tem conta na Caixa, muito menos usa o internet banking. “A primeira [parcela] eu fui lá e saquei. Geraram senha na hora e eu peguei o dinheiro. Agora, foi isso”. O agricultor diz que está desempregado e contava com o dinheiro para fazer compras para casa, onde vive com a esposa e os filhos, de 2 e 5 anos.

Comprovante expedido pela Caixa para mostrar conta de Valdeir zerada (Foto: Direto das Ruas)
Comprovante expedido pela Caixa para mostrar conta de Valdeir zerada (Foto: Direto das Ruas)

Ele foi orientado a registrar um boletim de ocorrência e iria à Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Centro nesta tarde.

Segundo o Ministério da Cidadania, em casos suspeitos de fraude no auxílio emergencial, o cidadão deve registrar denúncia no sistema Fala.Br (Plataforma integrada de Ouvidoria e Acesso à Informação da Controladoria Geral da União - CGU), disponível na internet ou pelos telefones 121 ou 0800 7070 2003.

Direto das Ruas – A sugestão chegou ao Campo Grande News por meio do Direto das Ruas, canal de interação do leitor com a redação. Quem tiver flagrantes, sugestões, notícias, áudios, fotos e vídeos pode colaborar no WhatsApp pelo número (67) 99669-9563, pela ferramenta Fale Conosco ou por mensagem enviada via Facebook.

Para que sua imagem tenha mais qualidade, orientamos que fotos e vídeos devem ser feitos com o celular na posição horizontal.