ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, SEGUNDA  25    CAMPO GRANDE 28º

Direto das Ruas

Família procura por jovem que desapareceu na Capital após "ameaça de morte"

"Só quer notícias de onde está e se ta vivo", diz mãe do rapaz, que diz não saber mais onde procurar o filho

Por Ana Beatriz Rodrigues | 27/09/2021 18:32
Foto mais recente que a familia tem de Gabriel. (Foto: Arquivo Pessoal)
Foto mais recente que a familia tem de Gabriel. (Foto: Arquivo Pessoal)

Gabriel Antônio Casagrande Júnior, de 22 anos, está desaparecido desde o dia 15 deste mês, depois que deixou clínica de reabilitação em Campo Grande, onde estava internado por três dias para tratamento de dependência química.

De acordo com a família, que fez contato com o Campo Grande News por meio do canal Direto das Ruas, Gabriel é natural de Curitiba e a clínica onde ele foi internado fica no Jardim Centenário, região sul de Campo Grande.

A mãe do rapaz, Cleonice de Andrade, narra que o desespero pelo paradeiro do rapaz aumentou quando na última sexta-feira (24), a filha recebeu ligação de pessoas que diziam estar com o jovem e que iriam matá-lo. “Ligaram de manhã para minha filha falaram que tava com ele e iam matar” contou Cleonice.

Muito preocupada, a dona de casa não conseguiu segurar a emoção durante a entrevista e afirma: “eu só quero notícias de onde está ou se está vivo ou morto”.

Em nota, o Instituto Terapêutico Betesda, onde Gabriel estava internado, informou que pelo fato do acolhimento ser voluntário, todos os acolhidos, quando querem ir embora, assinam a declaração de desligamento e saem da mesma forma que entraram. "Nós da clínica entramos em contato com o Cetremi (Centro de Triagem e Encaminhamento do Migrante e População de Rua),  demos o nome dele e fomos informados que ele não passou por lá", diz o texto enviado à reportagem.

Gabriel tem estatura baixa, cabelo castanho claro, tatuagens nos dois braços, quem viu ou souber de alguma informação sobre o paradeiro dele  pode entrar em contato com o jornal através do Direto das Ruas, meio de interação do leitor com a redação.

Quem tiver flagrantes, sugestões, notícias, áudios, fotos e vídeos pode colaborar no WhatsApp pelo número (67) 99669-9563.

Clique aqui e envie agora uma sugestão.

Para que sua imagem tenha mais qualidade, orientamos que fotos e vídeos sejam feitos com o celular na posição horizontal.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário