ACOMPANHE-NOS    
MAIO, SEXTA  29    CAMPO GRANDE 27º

Direto das Ruas

Um dia antes de despejo, mulher destrói casa e foge após furtar R$ 9 mil da avó

Nesta quarta-feira (20) vence o prazo para que a mulher, que foi denunciada por maus tratos e furto da avó, deixasse o local

Por Adriano Fernandes | 19/05/2020 21:30
Resquício da estrutura que ficou de pé no terreno. (Foto: Direto das Ruas)
Resquício da estrutura que ficou de pé no terreno. (Foto: Direto das Ruas)

A Polícia Militar está em busca de uma mulher, de 33 anos, que fugiu depois de furtar cerca de R$ 9 mil da própria avó, de 77 anos, em Campo Grande. Antes de desaparecer, na noite desta terça-feira (19) Raquel Araújo de Lima ainda destruiu a residência onde morava e que pertence à idosa, na Rua Rio de Janeiro, no Bairro Coronel Antonino.  Conforme Gislaine Cordeiro, de 31 anos, que é prima da mulher as desavenças entre a família começaram há cerca de um ano.

Segundo ela, Raquel morava em uma edícula nos fundos do terreno com a condição de que deveria cuidar da idosa. “Mas em meados de junho, minha avó foi encontrada bastante debilitada, suja, sobre uma cama na residência. Mal conseguia levantar. Descobrimos que ela não estava cuidando dela direito”, comenta Gislaine.

Escombros do imóvel. (Foto: Direto das Ruas)
Escombros do imóvel. (Foto: Direto das Ruas)

À época a família retirou a idosa do endereço e denunciou Raquel por maus tratos. No mesmo período a família também descobriu que Raquel estava furtando o dinheiro que estava na poupança da idosa.

“Demos falta do cartão dela e quando fomos no banco pedir uma segunda via, descobrimos que ela sacou mais de R$ 9 mil em um intervalo de no máximo uma semana”, completa.  Diante da situação a família entrou na justiça pedindo o reembolso dos valores e o despejo da mulher do terreno.

“Ela chegou a pagar 3 parcelas de R$ 250,00, mas depois disse que não iria mais pagar e que só sairia da casa com a decisão do juiz. E foi o que fizemos”, diz. Gislaine detalhe que a justiça deu prazo de três meses para que Raquel deixasse o local junto dos seis filhos. O prazo vence nesta quarta-feira (20), mas nesta noite eles tiveram a surpresa desagradável.

“Ela praticamente pôs a casa abaixo”, lamenta. Pelas fotos encaminhadas à redação é possível notar que poucas paredes da edícula de 3 cômodos ficaram de pé. “Ela ainda arrombou a casa da minha avó que fica em frente e levou panelas, ventilador”, quantifica.

Parede prestes a cair no local. (Foto: Direto das Ruas)
Parede prestes a cair no local. (Foto: Direto das Ruas)

Gislaine completa que a família vai registrar um outro boletim de ocorrência contra a familiar. A Polícia Militar também esteve no local e já está em busca da mulher pelo bairro.

Direto das Ruas - A sugestão chegou ao Campo Grande News por meio do canal Direto das Ruas, meio de interação do leitor com a redação. Quem tiver flagrantes, sugestões, notícias, áudios, fotos e vídeos pode colaborar no WhatsApp pelo número (67) 99669-9563. Clique aqui e envie agora uma sugestão.

Para que sua imagem tenha mais qualidade, orientamos que fotos e vídeos devem ser feitos com o celular na posição horizontal.