A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

26/05/2009 08:54

Enersul diz que boatos sobre venda causam prejuízos

Redação

O vice-presidente da Enersul, Sidney Simonaggio, disse, nesta terça-feira, em entrevista coletiva, na Capital, que a empresa não foi vendida e lamentou os supostos prejuízos que o boato sobre a negociação causou à concessionária. O governador já foi informado pela empresa que a venda não passou de uma história sem fundamento.

"A Rede Energia não está à venda. Ela não está saindo de Mato Grosso do Sul", afirmou o vice-presidente. Logo mais, às 10 horas, a direção da empresa irá se reunir com os cerca de 800 funcionários para também dizer que a Enersul não está à venda.

Sindicato dos funcionários da empresa e Concen (Conselho de Consumidores da Enersul) alertaram para a vinda de técnicos da Cemig (Companhia Energética de Minas Gerais) para vistoria na Enersul, o que indicava suposta negociação.

Simonaggio cita como uma das provas de que a Rede Energia irá permanecer no comando da Enersul está na construção de mais 19 pontos de atendimento em Mato Grosso do Sul. Dez delas ainda serão inauguradas.

Simonaggio afirmou ainda que quem passou informações ao deputado estadual Marquinhos Trad (PMDB) foi "irresponsável" ao fazer tais comentários sobre a venda, o que nunca existiu. "Isto incomoda, pode causar prejuízo às ações da empresa", afirmou. "Além do mais, esse tipo de boato causa inquietação ao consumidor", acrescenta.

A empresa diz que ainda vai levantar os prejuízos sofridos e estuda a possibilidade de acionar o deputado Marquinhos Trad juridicamente. "Deixem a Enersul trabalhar", reclamou Simonaggio.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions