A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

15/05/2009 16:28

Melhorar navegação no Rio Paraguai exige R$ 150 milhões

Redação

Com 3.440 quilômetros de extensão, a Hidrovia Paraguai-Paraná precisa de investimento de R$ 150 milhões para garantir a navegabilidade do Rio Paraguai durante todo o ano. As obras serão executadas entre Corumbá e Porto Murtinho, segundo o diretor-geral do DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte), Luiz Antônio Pagot, que participou do simpósio organizado pelo G5+1 sobre a Hidrovia Paraná-Tietê na sede da Fiems, em Campo Grande.

Pagot destacou que o Rio Paraguai vem sofrendo com a erosão. "A cada mês, o Paraguai fica menos navegável", destacou, explicando que o rio vem se alargando e perdendo a lâmina de água. As obras previstas para garantir a navegabilidade da hidrovia entre Cáceres, no Mato Grosso, e Nueva Palmira, no Uruguai, serão executadas entre Corumbá e Porto Murtinho. A dragagem visa a retirada de sedimentos e a reconstrução do barranco do rio.

Ele destacou que a restrição na navegabilidade do Rio Paraguai vem emperrando o desenvolvimento econômico do Estado.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions