A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 23 de Maio de 2017

15/05/2017 12:56

Viagem a SP vai ajudar empresários da Capital a expandirem negócios

Ricardo Campos Jr.
Luciano Lopes, diretor da Escola de Vendedores; e Hermas Rodrigues, presidente da CDL (Foto: Ricardo Campos Jr.)Luciano Lopes, diretor da Escola de Vendedores; e Hermas Rodrigues, presidente da CDL (Foto: Ricardo Campos Jr.)

Para ajudar empresários a driblarem a crise e manterem-se no mercado, a CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas) com apoio do Sebrae (Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) vai levar grupos de empreendedores até São Paulo para conhecer casos de sucesso nos ramos de construção, decoração e acabamento; moda e beleza, alimentação e varejo.

As viagens serão realizadas nos meses de julho, agosto, setembro e outubro. Cada uma das missões será voltada a um segmento diferente. A primeira, entre os dias 25 e 29 de julho, vai contemplar donos de bares e restaurantes.

“Nós temos que motivar os empresários a crescerem. As empresas paulistas passaram pelo mesmo processo de crise. Nós queremos mostrar que nem sempre recursos e dinheiro resolvem problemas em épocas de recessão. De repente, a solução está no detalhe”, diz o presidente da CDL, Hermas Renan Rodrigues.

Segundo ele, o cenário econômico tem exigido um processo de reinvenção dos negócios. Surgiu assim a ideia do projeto “Varejo Forte”, como é chamada a ação, cuja primeira edição foi realizada em 2016. “Foi feita uma avaliação e houve mais de 90% de aproveitamento e aplicações na prática de várias ideias”, afirma Luciano Lopes, diretor da Escola de Vendedores, responsável pela coordenação técnica do evento.

Entre os empresários que participaram ano passado estão dirigentes da lanchonete Delícias da Tia, que começou como estabelecimento de bairro e este ano inaugurou a segunda unidade no Shopping Norte Sul; da Casa do Cupim, que remodelou o negócio, melhorou a marca, criou cardápio novo e agora se chama “Canto do Cupim” e do restaurante Sabor em Ilhas.

Alguns desses empreendedores já garantiram a vaga para ir de novo este ano. Chegando em São Paulo, os participantes serão acomodados em hoteis e participam de um jantar de integração. Nos dois dias seguintes dão início às atividades indo de empresa em empresa, conhecendo os detalhes, os diferenciais, conversando com seus gestores para descobrir o segredo do sucesso deles.

Para Hermas, é preciso estimular empresários a crescerem (Foto: Ricardo Campos Jr.)Para Hermas, é preciso estimular empresários a crescerem (Foto: Ricardo Campos Jr.)

O quarto dia é livre, podendo cada empresário visitar outros estabelecimentos recomendados pelos consultores do evento, que durante cada trajeto fazem mini-palestras sobre gestão para ajudar ainda mais os inscritos.

A viagem em cada missão custa R$ 4.375 por participante, estando incluídas as passagens aéreas, hospedagem com café da manhã, traslados, materiais de apoio, certificado, equipe de suporte e seguro viagem.

O Sebrae banca 45% desse valor para micro e pequenos empresários, saindo a jornada por dez vezes de R$ 240.

A primeira turma sai de Campo Grande no dia 25 de julho e volta dia 29. A segunda viagem está marcada para o dia 22 a 26 de agosto, sendo específica para donos de estabelecimentos de moda e beleza. A terceira missão, para empresários da construção, decoração e acabamento, parte dia 12 de setembro e volta dia 16. A última, exclusiva para demais segmentos varejistas, ficará na capital paulistana entre os dias 24 e 28 de outubro.

Os consultores do evento serão Gustavo Carrer, coordenador do Programa Comércio Varejista de São Paulo, Juliana Ribeiro e Douglas Almeida.

Para garantir uma vaga, os empresários devem entrar em contato com os organizadores do evento pelo telefone 3320-4000.

Conselho do FCO aprova mudanlas para dar celeridade aos financiamentos
Foi aprovado em reunião extraordinária dos membros do Conselho de Investimentos Financiáveis pelo FCO (Fundo Constitucional de Financiamento do Centr...
Refletindo cenário político, Bovespa cai 1,54% e dólar sobe a R$ 3,27
O principal índice da Bolsa de Valores de São Paulo (BM&F Bovespa), Ibovespa, encerrou o dia com queda de 1,54%. O dólar, por sua vez, terminou o pre...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions