ACOMPANHE-NOS    
JULHO, QUINTA  29    CAMPO GRANDE 11º

Educação e Tecnologia

Aulas da rede estadual devem respeitar "bandeira" de município

Orientação do COE, ontem, foi de que o sistema de aulas adotado se guie pelo cenário epidemiológico previsto no Prosseguir

Por Lucia Morel e Tainá Jara | 24/02/2021 14:14
Escola Estadual Emygdio Campos Widal, no bairro Vilas Boas. (Foto: Paulo Francis/Arquivo)
Escola Estadual Emygdio Campos Widal, no bairro Vilas Boas. (Foto: Paulo Francis/Arquivo)

Ainda sem uma definição clara da SED (Secretaria de Estado de Educação) sobre como será o esquema de volta às aulas da rede estadual de educação em Mato Grosso do Sul na semana que vem, a expectativa é que o formato seja definido conforme a bandeira de cada município no Prosseguir (Programa de Saúde e Segurança na Economia).

Em reunião ontem à tarde, com o COE (Centro de Operações de Emergência) da SES (Secretaria de Estado de Saúde), a orientação foi de que as aulas seguissem as orientações previstas na bandeira de cada município, conforme o Prosseguir.

Hoje, para se ter uma ideia, MS tem 30 cidades – entre elas Campo Grande – estão na bandeira vermelha, que significa um grau alto de contaminação pela covid-19 e orienta a liberação somente de atividades essenciais e não essenciais com baixo risco de infecção.

Depois da reunião de ontem, a SED ficou de esperar o resultado do Prosseguir para determinar se as aulas em Mato Grosso do Sul serão presenciais, híbridas ou se manterão remotas, como foi no ano passado.

Com o resultado divulgado hoje de manhã, a Secretaria de Educação informou que ainda nesta tarde dará publicidade à decisão, que pode seguir a orientação do COE ou não. Seguí-la, implicará em adotar um modelo de ensino para cada município, respeitando o cenário epidemiológico deles.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário