A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 23 de Janeiro de 2018

05/01/2011 15:10

Retrospecto de Comercial e Vasco é marcado por igualdade desde 1973

Marcio Breda

Nem Comercial, nem Vasco. Os dois times, que duelam na primeira fase da Copa do Brasil em fevereiro, ainda não sabem o que é vencer o rival dentro de campo.

Um empate marcou o único jogo oficial entre as equipes, realizado pelo Campeonato Brasileiro de 1973 no Morenão. Na época do Mato Grosso uno, o Colorado foi o primeiro representante do estado na competição nacional.

O jogo era válido pela primeira fase do Brasileirão e aconteceu em 17 de outubro de 1973. O Comercial vinha de campanha irregular. Apesar de ter vencido cinco jogos até então, também havia perdido sete partidas e empatado duas.

Entre as vitórias, porém, destaque para o histórico jogo contra o Santos, que tinha Pelé e Edu em campo e era treinado na época por Pepe. Com gol de Gil, o Colorado levou a melhor.

O Vasco também vinha de campanha apenas regular. Antes de viajar para Campo Grande para enfrentar o Comercial, havia vencido quatro partidas, empatado cinco e perdido três jogos.

Jogando no Morenão, o Comercial ameaçou mais. O gol Colorado foi marcado por Gil, artilheiro do time no Brasileirão de 1973 com 14 gols. Já o Vasco empatou com Roberto Dinamite, maior ídolo do time e hoje presidente do clube.

Apesar do resultado, o Comercial não conseguiu chegar à segunda fase do Brasileirão, quando 20 equipes disputariam as vagas nas finais. O Colorado ficou com a 26ª posição. Foram 28 jogos disputados, com nove vitórias, oito empates e onze derrotas.

Já o Vasco conseguiu passar para a segunda fase, mas ficou somente com a 14ª posição. O time disputou 37 jogos, com 13 vitórias, 14 empates e 10 derrotas.

Comercial em 1973, primeiro representante de Mato Grosso no Campeonato Brasileiro. Em pé: Morais, Bira, Álvaro, Gonçalves, Henrique Pereira e Careca. Agachados:Copeu, Bufallo Gil, Wilson, Ivo Sodré e JurandirComercial em 1973, primeiro representante de Mato Grosso no Campeonato Brasileiro. Em pé: Morais, Bira, Álvaro, Gonçalves, Henrique Pereira e Careca. Agachados:Copeu, Bufallo Gil, Wilson, Ivo Sodré e Jurandir
Vasco no Brasileirão de 1973: Andrada, Paulo César, Alcir,Renê, Moisés e Alfinete
Agachados: Luis Fumanchu, Gaúcho, Roberto Dinamite, Zanata e Luís CarlosVasco no Brasileirão de 1973: Andrada, Paulo César, Alcir,Renê, Moisés e Alfinete Agachados: Luis Fumanchu, Gaúcho, Roberto Dinamite, Zanata e Luís Carlos
Santos é surpreendido em casa e derrota por 1 a 0 para o Bragantino
O Bragantino surpreendeu o Santos e conquistou, na noite desta segunda-feira (22), a segunda vitória no Paulistão. Na Vila Belmiro, o time de Braganç...
Semifinal entre São Paulo e Inter é paralisada e retornará na terça
A partida entre São Paulo e Internacional, pela semifinal da Copa São Paulo de Futebol Júnior, terá seu término realizado na terça-feira (23), às 14h...
Fla bate a Portuguesa de virada, faz 3 a 2 e está na final da Copa SP
O Flamengo está na final da 49ª edição da Copa São Paulo de Futebol Júnior. A vaga foi garantida no final da tarde desta segunda-feira (22), quando o...


Meu Deus, que saudade desse tempo. Tinha 18 anos e tentava jogar futebol nas escolinhas do COmercial. Conhecia todos esses caras. Era amigo do Gil, do Gonçalves (sou até hoje), do Henrique...fiquei emocionado com a matéria, com a foto. Parabéns ao site CGnews. Hoje sou jornalista e vive em São Paulo há 33 anos. E adoro o Comercial, amo Campo Grande. Por sinal estive na cidade neste final de ano e foi maravilhoso.
 
Juarez Araújo em 13/01/2011 02:50:06
Infelizmente não presenciei essa época, só conheço a história.
Aqui no Estado sou Comercial (inclusive deixei de comprar uma camisa oficial do mengão para ter uma do colorado) e pude presenciar a vitória sobreo São Paulo pela Copa do Brasil.
Estarei no jogo contra o Vasco com minha camisa e torcendo para mais um triunfo colorado.
 
Rony Petterson Marçal em 12/01/2011 12:11:59
Também estive no jogo de 73, aliás, estive em todos daquela campanha, marcada pela memorável vitória contra o Santos. Também moro atualmente em MT, na capital, e não concordo que seja incoerência recordar os anos de glória de nosso futebol. Depois da final do estadual do ano passado (meu Colorado Campeão!), passei a ter esperanças de que o futebol possa ressurgir em MS. Basta, para isso, que as coisas sejam feitas com profissionalismo, seriedade, competência. Para tanto, as pessoas que se propuserem a gerir os clubes devem ter idoneidade, ser comprometidas com os interesses dos clubes, ao invés de defenderem causas próprias e/ou de políticos. Acho que a ajuda oficial, principalmente das Prefeituras, deve ocorrer, inclusive deve ser institucionalizada, através das câmaras de vereadores, para que não se torne em instrumento de locupletação de autoridades e dirigentes corruptos. Como Comercialino, espero que meu Amigo Valter (SUPRITEC), continue apoiando o Colorado este ano, que o bi-campeonato será tranquilo. Certamente que estarei no Morenão em fevereiro e conclamo aos Campograndenses, inclusive os que torcem para o extinto, finado, acabado, derrotado, morto, etc, operário, a lotarem o estádio. Será deprimente ver mais torcedores do Vasco, cuja sede fica muito longe de CG, do que para o Colorado.
Saudações Coloradas.
 
Eder Campos Maia em 08/01/2011 10:22:52
Também assisti a esse jogo e guardo uma triste recordação do Bandeira Cuiabano Airton de Souza Franco que deu um gol para lá de esquisito a favor do Vasco, que decretou o empate. Mas concordo com o cometário acima, e espero que o nosso futebol possa resssurgir e possamos ver novamente grande jogos em nosso Estado. Que o Comercial possa repetir sua participação na Copa de Brasil que chegou as oitavas de final.
 
Joelson Chaves de Brito em 07/01/2011 03:35:18
FUI NESTE JOGO COM O MEU TIO, EU TINHA 9 ANOS NA EPOCA E JA TORCI PARA O COMERCIAL, HOJE ESTOU EM MATO GROSSO A 26 ANOS MAIS SEMPRE TORCENDO PELO FUTEBOL DO MS
 
LENILTON MARDINE NETO em 05/01/2011 11:12:26
Ah, faça me o favor! Ficar vivendo de nostalgia e comparar com time profissional é incoerência.
 
Ivo Costa em 05/01/2011 04:32:34
Dá saudades ver este time de futebol ai para nois Sul Matogrossenses
 
CARLOS GERALDO VENANCIO em 05/01/2011 03:41:15
É uma tristeza saber que nosso futebol é marcado somente por datas históricas... já foi o tempo de grandes jogos por aqui contra Comercial, Operário etc... hoje só se ouve falar em grandes clubes por aqui em sorteios da Copa do Brasil! E olha lá se não for jogar fora e tomar um 10 x 0, como foi com a "vítima" Naviraiense...

Tudo poderia estar muito melhor, não fossem os "cartolas" e dirigentes de MS, que pensam mais no lucro e na grana do que no esporte, na diversão, em colocar as famílias nos estádios... em fazer como nos grandes centros, onde os torcedores são apaixonados, em que a esperança de ver grandes campeonatos, como Brasileirão, Libertadores, é bem próxima!

Que neste ano de 2011 e nos próximos, este Estado possa voltar a ter grandes partidas, com a população usando as camisas nas ruas, demonstrando ser realmente o "País" do futebol, e não só em alguns poucos Estados... seria ótimo ver constantemente Corinthians, São Paulo, Palmeiras, Santos, Cruzeiro, Atlético-MG, o próprio Vasco da matéria, Flamengo, Botafogo, Fluminense, Atlético-PR, Coritiba, Grêmio, Inter, Bahia, Vitória, Goiás... enfim, todos os grandes craques e clubes aqui no Morenão!
 
José Paulo Trindade dos Santos em 05/01/2011 03:36:37
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions