A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 21 de Setembro de 2018


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


30/08/2018 06:00

O concurso e a igualdade de gênero

Marta Ferreira

Contestação – Vai gerar injustiça, e não mais oportunidades para elas, a decisão judicial que manda dividir igualmente o número de vagas entre homens e mulheres no concurso para a Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros. A opinião é de quem militares com anos de casa, a partir dos resultados de seleções anteriores.

Raciocínio – Um deles relatou à coluna que, pelo histórico dos concursos, as mulheres costumam ter notas mais baixas. Isso faria com quem um número ainda menor entre na seleção, caso a “cota” seja retirada.

Recurso – O governo do Estado anunciou que vai cumprir a decisão e que ela não alterará o calendário do certame em andamento. Mas deve recorrer e a questão promete ser uma longa briga judicial.

Cartão postal – A inauguração da Clínica da Família, conforme o vereador Carlos Augusto Borges (PSB), não era como de um cartão postal para a cidade, mas tem valor incontestável para quem vive do Nova Lima. “É um marco para as pessoas que precisam de atendimento médico de qualidade”, elogiou.

Modelo – Com a nova unidade, o secretário de Saúde Marcelo Vilela destacou que os profissionais da unidade passam a desempenhar “um modelo a ser seguido” em outras unidades de saúde da Capital. Grupo também terá instalados pontos eletrônicos com câmeras.

Verdade – O prefeito Marquinhos Trad (PSD) ressaltou que não pretende mentir para ninguém sobre o que pode ou não fazer pela cidade. O prefeito diz que quer ter paz no futuro para voltar à região.

Planos – Segundo ele, no futuro, quer voltar com a “chuteirinha na mão, sentar na arquibancada do Talismã e ver os times jogando, sentar no bar para conversar e sair em paz”.

Não compensa - Depois de ter governado o estado por duas vezes, e de ter políticos e empresários influentes no Palácio do Planalto, o PT meio que "largou a mão" de MS. Assim como Dilma Roussef não veio ao Estado em sua campanha à presidência em 2016, o virtual candidato de verdade da legenda, Fernando Haddad, não tem previsão de vir para o Estado. 

Memória - Em 2014, foi Luis Inácio Lula da Silva, agora preso, quem veio ao Estado fazer a campanha de Dilma. A legenda, nos últimos anos, tem tido desempenhos sofríveis nas votações para presidente no Estado.

Disputa - Em primeiro lugar nas pesquisas, o governador Reinaldo Azambuja está sendo bastande assediado para ir a inaugurações de comitês de candidato. Quem consegue, tem feito bastante propaganda da presença do candidato à reeleição que, no levantamento do Ibope já divulgado, surgiu com 39% das intenções de voto.

(Com Kleber Clajus)

 

 

Tensão domina julgamento de oficial da PM
Bravos - Foi cheio de troca de farpas o julgamento do tenente-coronel Admilson Cristaldo Barbosa, um dos alvos da Operação Oiketicus, que apura o env...
Delegacia que municiava Odilon vai investigá-lo
Distribuição – O inquérito aberto pela Polícia Federal para investigar as afirmações de Jedeão de Oliveira contra o ex-chefe, o juiz aposentado Odilo...
E a Coffee Break? Segue em contestação
Desde 2015 – Recursos de réus em ação resultado da CoffeeBreak continuam a pousar sobre as mesas dos desembargadores do TJMS (Tribunal de Justiça de ...
O "legado" de Pedrossian para Marquinhos
Para a história – O ex-prefeito de Campo Grande, Nelsinho Trad (PTB), revelou a coluna uma espécie de recomendação dada ao irmão, Marquinhos Trad (PS...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions