A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 27 de Março de 2017

07/12/2014 09:26

Os limites do corpo e da dor são tema de espetáculo sobre a força de Frida Kahlo

Lado B
Na pele de Frida, a atriz Clarisse Baptista.Na pele de Frida, a atriz Clarisse Baptista.

Símbolo de força feminina, Frida Kahlo, e todos os conceitos representados pela pintora mexicana na arte mundial, são matérias-primas nas mãos da Companhia Garotas Marotas, do Acre. Com entrada franca, “Solamente Frida” veio a Campo Grande graça ao projeto Palco Giratório, do Sesc.

No palco, além do texto complexo, o figurino e os elementos cênicos são resultado de um processo cuidadoso de construção do espetáculo. Na pele de Frida, a atriz Clarisse Baptista sempre diz que pesquisou muito antes de assumir a responsabilidade.

A discussão central é os limites do corpo. A pintora teve de lutar pela vida depois de um grave acidente e encontrou na arte uma maneira de fugir das dores e dos medos.

A direção também é assinada por Clarisse, que encontrou uma forma única de contar os principais momentos da vida da artista, usando imagens, indumentária e textos narrativos.

A apresentação será na segunda (8) e na terça (9), no Sesc Horto. As sessões serão sempre às 20 horas, ambas gratuitas. A classificação é 14 anos.

O grupo Meninas Marotas também vai ministrar oficina teatral, abordando como o ator pode usar seu corpo na composição de cenas e sobre o processo de construção da peça.

A oficina "O Corpo do Ator na Cena", ocorre na quarta-feira, a partir de 13 horas, também no Sesc Horto, que fica na rua Anhandui, 200.

O espetáculo fala dos limites do corpo.O espetáculo fala dos limites do corpo.



imagem transparente
Busca

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2017 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.