A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 10 de Dezembro de 2019

02/12/2019 07:40

Point da música ao vivo, Park's fecha as portas após mais de 30 anos

O Park's Bar e Choperia realizou um evento ontem e cantores se despediram do local que marcou a história de Campo Grande

Alana Portela
Ontem os clientes foram se despedir do local e aproveitaram a música ao vivo para curtir o momento (Foto: Arquivo)Ontem os clientes foram se despedir do local e aproveitaram a música ao vivo para curtir o momento (Foto: Arquivo)

O point da música ao vivo e dos encontros que fizeram a clientela arrastar a cadeira para sambar e dançar, o Park's Bar e Choperia encerrou as atividades ontem, em Campo Grande. Localizado no bairro Intanhagá Park, o espaço funcionou por mais de 30 anos e artistas lamentam o fim das atividades.

“Os músicos não vão deixar o local fechar. Aqui foi uma das minhas primeiras casas e animou as noites dos moradores”, disse Juci Ibanez. Ela teve o “boom” da carreira no bar onde se apresentou por 14 anos. Ontem, retornou ao estabelecimento para tocar e agradecer pelo carinho de todos. Para encerrar com chave de ouro, a cantora soltou a voz e fez a clientela e dançar muito.

Pelas redes sociais, músicos divulgaram que o domingo seria de despedida, chamando o público que os acompanharam durante as três décadas. O evento levou várias pessoas ao local, onde aproveitaram o buffet para ter mais uma vez o gostinho da comida na boca. A festa também foi uma despedida da gerente que trabalhou no local por mais de 30 anos, Grace. 

Maria Cláudia animou os fãs por três décadas. Entre idas e vindas no bar, ela conheceu todos os funcionários e agora se sente em casa. “O local ainda é o ‘boom’ na carreira de muitos artistas e vai fazer falta porque além da música, nos tornamos uma família”, afirmou. Ela cantou e encantou os clientes ontem com seu vozeirão.

O cantor Jorge Canela veio do Maranhão para fazer um tratamento de saúde em Campo Grande e foi acolhido de braços abertos no bar em 2018. “Isso é um patrimônio cultural, é o rol da MPB (Música Popular Brasileira), são músicos da antiga animando. Se isso aqui fechar ferrou, pois tem muitos cantores bons”.

Toniquinho da Viola também tocou para se despedir da casa que o acolheu por 30 anos. “É difícil de falar, o sentimento é grande, mas iremos prosseguir. Aqui é um local tradicional, temático e temos que lutar, trabalhar e crescer pela história. Creio que isso seja momentâneo e que daqui a pouco poderemos voltar”, comentou.

A informação passada pelo atual proprietário é que o evento encerrou as atividades do ano e todos entram, a partir de hoje, em férias coletivas e que em janeiro tudo volta a funcionar. Contudo, ontem os funcionários confirmaram o encerramento das atividades. Segundo os trabalhadores, o espaço volta em 2020 com uma nova estrutura e estão aflitos por pressentirem que vão perder o emprego.

A maior parte da freguesia frequentou o espaço nas últimas três décadas e acompanharam de perto os “bons e velhos tempos” de animação. A iniciativa do local partiu do ex-secretário de Cultura do Estado, Silvio Nucci que faleceu em 2017, vítima de câncer. Ele fazia questão de estar no bar para animar e atender todos. Logo os clientes e artistas viraram uma “grande família”.

Virou tradição a feijoada aos sábados no local, que atraiu muitos pela barriga. Os clientes chegavam e iam se acomodando nas cadeiras, enquanto aguardavam o pedido ficar pronto. Alguns fregueses aproveitavam o momento para ter contato com a natureza e sentar embaixo da sombra de alguma das árvores gigantes.

Curta o Lado B no Facebook e no Instagram.

Campo Grande News - Lista Vip WhatsApp
imagem transparente

Classificados


Copyright © 2019 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.