A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 24 de Setembro de 2018

18/01/2017 18:09

Quem conhece diz que só preocupação com filho pode manter BBB longe de “tretas”

Ângela Kempfer e Paula Maciulevicius
No quarto do filho, dona Dulce já está na torcida e acredita que Mamão vai longe. (Foto: André Bittar)No quarto do filho, dona Dulce já está na torcida e acredita que Mamão vai longe. (Foto: André Bittar)

Super envolvido com questões indígenas e militante de esquerda, na avaliação de quem conhece Ilmar Fonseca, o Mamão, só a preocupação com o filho de 13 anos pode manter o representante sul-mato-grossense longe das brigas no BBB 17.

Desde que o advogado de 38 anos foi confirmado como participante da nova edição do reality, os comentários não param nas redes sociais, nem as ligações para a mãe de Ilmar. Dona Dulce mora no Bairro Otávio Pécora, junto do filho que arrumou um quarto nos fundos para viver depois da separação, há 3 anos.

No domingo, ele embarcou para o Rio de Janeiro, mas até esta quarta-feira ela teve de manter sigilo sobre o programa, mesmo com a “língua coçando” para divulgar a novidade, comenta.

Aos 60 anos, Dulce Granja diz que adoraria estar no lugar do filho. “Queria que fosse eu, como aquela mulher de 70 anos que entrou no programa”, disse durante participação ao vivo em programa do GShow na tarde de hoje, durante o anúncio da lista de selecionados para o reality.

Na casa da família, a notícia também já provocou burburinho. Mas para a mãe da nova celebridade regional, nada tira a alegria da escolha.

Dulce conta que só acreditou na possibilidade em dezembro, quando a Rede Globo bancou a viagem de Mamão para o Rio, onde participou da última etapa da seleção. “Quando ele voltou, disse assim: Tudo indica que está certo e a senhora tem de ficar de boca fechada”, revela.

No último domingo, os produtores do reality chegaram na casa pontualmente às 11h30. Foram eles que fizeram a mala de Mamão escolhendo apenas o que é permitido levar. 

A mãe acredita no talento do filho para o jogo e acha que ele vai longe. “Ele sabe jogar, é estrategista, conversa bem. Disse que na primeira semana vai prestar atenção e depois entrar no jogo”, avisa.

Amigos vão mobilizar Campo Grande para mostrar o quanto Ilmar é lutador e querido. (Foto: André Bittar)Amigos vão mobilizar Campo Grande para mostrar o quanto Ilmar é lutador e querido. (Foto: André Bittar)

O amigo Heubert Morinigo, de 35 anos, acompanha o processo de seleção desde agosto do ano passado, quando um olheiro descobriu Mamão durante a inauguração do bar Drama, onde costuma trabalhar como cozinheiro.

Para ele, o único motivo que pode deixar o advogado longe das “tretas” é a preocupação com a opinião do filho, que hoje mora no interior de São Paulo.

Heubert classifica o amigo de “exótico”, de posicionamento político claro, o que pode ter atraído o interesse da Rede Globo. “Ele sempre foi do PT e uma das preocupações dele é que as pessoas coloquem o rótulo de petralha”, comenta.

Ele faz algumas apostas para os primeiros capítulos da participação do advogado no BBB-17: “Acho que ele vai tentar conquistar as pessoas na cozinha e a primeira briga vai ser por política”.

Mamão teve de passar por várias provas até entrar na casa do BBB. Fez entrevistas, gravou 4 vídeos para que a direção avaliasse como ele se sai em frente as câmeras e, por último, teve conversa com Boninho, o diretor do programa.

Para levar Mamão à final, os amigos prometem mobilizar a Campo Grande e mostrar o quanto ele é lutador e querido.

Curta o Lado B no Facebook.



imagem transparente

Classificados


Copyright © 2018 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.