ACOMPANHE-NOS    
MAIO, QUINTA  26    CAMPO GRANDE 29º

Lado Rural

Azambuja defende ciência e tecnologia e encoraja setor produtivo do Estado

Nova sede da MS Integração foi inaugurada nesta sexta (28) em Maracaju

Por Beatriz Magalhães | 28/01/2022 17:59
Nova sede da MS Integração foi inaugurada pelo Governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja, nesta sexta-feira (28), em Maracaju (Foto: Divulgação/Governo do Estado)
Nova sede da MS Integração foi inaugurada pelo Governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja, nesta sexta-feira (28), em Maracaju (Foto: Divulgação/Governo do Estado)

Nova sede da MS Integração foi inaugurada pelo Governo do Estado nesta sexta-feira (28), em Maracaju. Na agenda, o governador Reinaldo Azambuja destacou a importância da ciência e tecnologia no agronegócio.

“A ciência, na agricultura, pecuária e integração, fala muito mais alto, principalmente em um ano difícil como esse”, disse Reinaldo Azambuja ao falar das dificuldades enfrentadas pelo setor nos últimos anos. “Tivemos um ano complicado na safrinha, tivemos seca de inverno nos últimos anos, seca extrema agora na safra de verão", pontuou.

Em defesa do trabalho de pesquisa, realizado pela MS Integração, Azambuja destaca a importância da empresa nos “anos ruins", “Você precisa diminuir o tamanho das perdas e esse é o trabalho de pesquisa", disse. Com sede em Maracaju, a MS Integração presta serviços de pesquisa, consultoria, planejamento e agricultura de precisão, voltados para atender o produtor rural e melhorar a produtividade com a produção de soja e milho, de safra em safra.

Estado Carbono Neutro - O governador reforçou as medidas adotadas pelo Governo no sentido de auxiliar o produtor rural, com créditos, leis e incentivos, para amenizar as perdas.

Azambuja também aproveitou a agenda para encorajar o setor produtivo a aderir ao programa Estado Carbono Neutro. “Esse programa é governamental, mas precisa ser abraçado por todos que estão aqui. Não adianta a gente pensar que o mundo, que tem no olhar essa questão do meio ambiente, vai ser flexível com os países e estados que não tiverem uma política ambiental em sua produção. Temos um foco desde 2016 de zerar as emissões de carbono no Mato Grosso do Sul até 2030. Queremos muito o apoio do setor produtivo e podemos avançar muito nessa meta ousada”, disse.

Investimentos - O volume de investimentos do Governo do Estado de Mato Grosso do Sul, destinado à melhoria do desempenho do setor produtivo, também foi um dos pontos destacados por Reinaldo Azambuja.

De acordo com o Governo, serão investidos este ano R$ 2,2 bilhões em obras de infraestrutura em todo o Estado. “Tem rodovias, pontes de concreto, melhorias nas estradas não pavimentadas, integração do Pantanal, mas, principalmente, estamos abertos às prioridades do setor produtivo”, afirmou.

Azambuja concluiu afirmando que o Governo do Estado está empenhado em reativar e abrir novas ferrovias no Estado para melhorar a logística e proporcionar mais competitividade, com a Nova Ferrroeste e a Malha Oeste.

Nos siga no Google Notícias