A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 22 de Maio de 2019

22/04/2019 16:18

Empresários querem importar sistema de coleta implementado na Espanha

Objetivo é instalar uma nova unidade produtiva no município e para isso encomendou uma série de estudos técnicos prévios. Capital ocupa posição considerada estratégica na região Centro-Oeste, o que facilita o escoamento da produção.

Gabriel Neris
Pontos de coleta de lixo são espalhados por Barcelona (Foto: Divulgação)Pontos de coleta de lixo são espalhados por Barcelona (Foto: Divulgação)

Representantes do sistema de coleta e reciclagem estão em Barcelona para conhecer o serviço implantado na cidade catalã. Os empresários foram a Europa conhecer a tecnologia e inovação no setor de reciclagem com o intuito de trazer a ideia para Campo Grande.

O grupo é representado pelos economistas Fernando Abrahão e Fabio Nimer. Eles buscam experiência em Barcelona, onde a educação e a consciência ambiental são consideradas primordiais. Jogar livro no lixo, por exemplo, é considerado crime, por isso há pontos de coleta do material.

O programa foi implantado nas escolas em 2001. O poder público municipal criou o programa Agenda 21 Escolar Barcelona, envolvendo professores, alunos e familiares para a criação e consolidação das escolas sustentáveis.

Veículo específico recolhe lixeira em rua de Barcelona (Foto: Divulgação)Veículo específico recolhe lixeira em rua de Barcelona (Foto: Divulgação)

Os empresários também foram conhecer o sistema de tubulações subterrâneas que sugam o lixo e o enviam até uma central de compressão e distribuição. Na próxima semana estarão em Madri e posteriormente viajam para Dubai para conhecer as usinas de geração de energia sustentáveis.

Em junho a visita será na França, onde triar o lixo doméstico é considerado o segundo gesto cidadão mais importante para os moradores depois de votar nas eleições. O grupo ainda passará pela Alemanha em outubro visitando uma feira de tecnologia em máquinas e equipamentos para o setor de reciclagem.

O objetivo é instalar uma nova unidade produtiva no município e para isso encomendou uma série de estudos técnicos prévios. A Capital ocupa posição considerada estratégica na região Centro-Oeste, o que facilita o escoamento da produção.

O setor acredita que o zoneamento urbano de Campo Grande está estruturado e concentra os polos comerciais e industriais nas áreas periféricas, também é um polo de desenvolvimento econômico e social oferecendo concessões, benefícios e condições competitivas para a expansão de atividades empresariais.

O grupo cita como exemplo os números da Junta Comercial. A Capital recebeu em 2017 2.490 empresas, 41,18% dos 6.046 novos empreendimentos do Estado.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions