A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 28 de Março de 2017

01/03/2015 10:56

Piracema tem menor numero de presos e pesca é liberada hoje

Caroline Maldonado
Policiais apreenderam 632 kg de pescado durante Piracema (Foto: Divulgação/PMA)Policiais apreenderam 632 kg de pescado durante Piracema (Foto: Divulgação/PMA)

Com o fim do período de reprodução dos peixes, está liberada a partir de hoje (1º) a pesca em Mato Grosso do Sul. Nesta Piracema, a PMA (Polícia Militar Ambiental) autuou 32 pessoas, apreendeu 632 quilos de pescado e aplicou R$ 45,2 mil em multas.

Esse foi o menor número de autuados em 17 anos e a quantidade de pescado apreendido caiu 37%, passando de 1085 kg, na operação passada para 632 kg, nesta última.

Das 32 pessoas autuadas, 29 foram presas. Os demais, escaparam do flagrante, por isso recebem apenas multas por crime ambiental. A PMA continua monitorando a pesca a fim de preservar os recursos pesqueiros, pois o turismo de pesca movimenta a economia do Estado.

Para marcar a abertura da temporada de pesca, a prefeitura de Porto Murtinho, município com mais de 230 espécies de peixes, promoveu no sábado (28) um cortejo das embarcações, na orla do Rio Paraguai, as 16h30 e culto ecumênico, as 18h30, além de apresentação da banda municipal e do Balé Flor do Apa de Vallemi, do Paraguai.

Embora a Piracema tenha acabado, ainda há locais onde a pesca é proibida permanentemente. São eles, o rio Salobra, córrego Azul e rio da Prata; além de outros onde a pesca é permitida na modalidade pesque-solte, como os Rios Negro, Perdido e Abobral.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions