A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

18/10/2010 11:15

Advogado exige documentos para defender Artuzi na Câmara

Redação

O novo prazo para que o prefeito afastado de Dourados, Ari Artuzi (expulso do PDT), entregue sua defesa à comissão processante da Câmara Municipal não será cumprido. A comissão apura desvios de recursos da área da Saúde e pode resultar na cassação do mandato de Artuzi.

O prazo para que o prefeito afastado apresente defesa venceu no último dia 15. Na ocasião, o advogado Carlos Marques, que atua na defesa de Artuzi, informou que os argumentos poderiam ser apresentados nesta segunda-feira. Contudo, Marques afirmou hoje que só apresentará o documento quando tiver acesso a cópias de toda a denúncia.

Presidente da comissão processante, o vereador Elias Ishy (PT) afirmou que vai se reunir nesta segunda-feira com a assessoria jurídica da Câmara para decidir que medidas adotar.

O parlamentar assumiu a presidência da comissão na última quarta-feira, quando passou a ocupar a vaga do vereador afastado José Carlos Cimatti (PSB). Segundo Ishy, Artuzi terá direito à ampla defesa. "Queremos transparência no processo", afirma o vereador.

Artuzi foi preso na operação Uragano (furacão em italiano), realizada pela PF (Polícia Federal) no dia primeiro de setembro.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions