A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 26 de Abril de 2018

05/07/2013 17:30

André inaugura UNEI Pantanal para atendimento a 22 adolescentes

Zemil Rocha
Solenidade de inauguração da UNEI Pantanal esta tarde, em Corumbá (Foto: Facebook de Marun)Solenidade de inauguração da UNEI Pantanal esta tarde, em Corumbá (Foto: Facebook de Marun)

O governador André Puccinelli inaugurou esta tarde a Unidade Educacional de Internação (UNEI) Pantanal, em Corumbá, com capacidade para atender 22 adolescentes do sexo masculino em regime de internação, e, durante seu discurso, que a oportunidade de ressocialização está sendo oportunizada pelo Estado e agora trata-se de os jovens aproveitarem-na.

“Jovens que quiserem terão oportunidade de se integrarem á sociedade”, afirmou o governador, durante a solenidade de inauguração, que contou com a participação dos prefeitos de Corumbá, Paulo Duarte, e de Ladário, José Antônio, e dos secretários estaduais Wantuir Jacini (Justiça e Segurança Pública) e Carlos Marun (Habitação). André também destacou a importância do trabalho conjunto das secretarias das áreas de segurança, assistência social e educação para que a UNEI Pantanal fosse implantada.

Wantuir Jacine destacou, em seu discurso, a importância do Estatuto da Criança e Adolescente (ECA), mas fez ressalvas sobre o tempo de internação, que entende ser muito curto. “O ECA é uma lei moderna, adiantada, mas peca na parte da internação. Três anos é muito pouco tempo, porque a UNEI tem missão de socializar adolescente que muitas vezes nem foi socializado”, argumentou.

O prefeito Paulo Duarte enfatizou a complexidade do problema de ato infracional e defendeu a prevenção, principalmente em Corumbá, que é região de fronteira. “Precisamos ter um trabalho conjunto da prefeitura e governos estadual e federal nessa área”, defendeu.

A Unidade Educacional de Internação (Unei) Pantanal foi construída na Rua Dom Bosco, 454, com recursos próprios do Governo do Estado, ao custo de R$ 1,4 milhão. O Estado demoliu o antigo prédio e edificou uma nova estrutura de 835,43 metros quadrados de área construída, que se estendeu, inclusive, por terrenos no entorno adquiridos pelo Estado.

A unidade atende hoje oito meninos, entre 15 e 17 anos que durante a obra foram acomodados em uma casa no centro de Corumbá, a qual será destinada à Unidade de Semiliberdade numa segunda etapa.

Durante o período de internação na UNEI Pantanal, os adolescentes têm ensino regular por meio do núcleo da Escola Estadual Polo Professora Evanilda Maria Neres Cavassa e fazem cursos profissionalizantes, além de terem acesso a esporte, cultura, lazer, atendimento psicossocial, religioso e de acompanhamento familiar.

 

 



Verdadeiras escolas do crime,nunca recuperam ninguêm,tem é que baixar a maioridade penal e não ficar gastantando com esses menores do crime.
 
Odevair de Brito Oliveira em 05/07/2013 20:34:34
Que isso fazer UNEI para beneficiar criminosos e a população sem médicos nos postos de saúde! Tem de pegar e tratar criminoso com tal, se reclamar da cela cheia, alimentação ruim, falta de higiene, saúde, exercícios, visitas, água, luz, instalações adequadas e roupas simplesmente diga não cometa crime e nunca passará por isso! Quer ser tratado bem, então trate bem as pessoas de bem. Mas no nosso país o que vemos é que os governates somente segue os direitos para os criminosos, constituíção para população nem em sonho e ainda somos obrigados a pagar por isso e ficarmos calados. VERGONHA! Isso é o que falta para com os nossos governates e tratar bem as pessoas de bem, as pessoas ruins trata-las pior ainda!
 
Alexandre de Souza em 05/07/2013 18:01:31
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions