A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

08/07/2013 10:25

Bernal compra pastas por valor quase 5 vezes maior que de mercado

Ângela Kempfer e Jéssica Benitez

A prefeitura de Campo Grande fechou dois contratos este ano sem qualquer lógica econômica. Fracionou a compra de 40 mil pastas de cartolina, dessas comuns, de guardar documentos, e pagou valor quase 5 vezes maior do que o apresentado pelas mesmas empresas ao consumidor comum.

A administração Alcides Bernal resolveu dividir a compra, com primeira licitação em janeiro, para compra de 20 mil pastas e outra em março, para mais 20 mil. Na primeira, o valor do contrato foi de R$ 31 mil, na segunda, baixou para R$ 29,8 mil. Juntos os contratos somam R$ 60,8 mil

As transações levantaram suspeita e o vereador Eliseu Dionísio, relator da CPI do Calote, resolveu investigar. Ele mesmo enviou pedido de orçamento às gráficas envolvidas no negócio e conseguiu a mesma quantidade de pastas de cartolina verde, com impressão a laser, pelo valor de R$ 12,8 mil.

Segundo ele, com os mesmos R$ 60,8 mil pagos pela prefeitura, no orçamento enviado ao vereador, seria possível comprar 190 mil pastas iguais. “Poderia ser feia offset, impressão muito mais barata do que a laser. Também quando a quantidade é maior, o preço é reduzido”, comenta Eliseu.

O município acabou pagando em uma pasta, o preço de 4 oferecidas a Eliseu Dionísio.

Na primeira licitação, do dia 25 de janeiro, na modalidade carta convite, venceu a empresa Resende Diniz, que tem como nome fantasia Gráfica Espaço. Ela ofereceu as pastas pelo valor unitário de R$ 1,55, contra R$ 0,32 do orçamento apresentado ao vereador.

No outro processo, no dia 19 de março, 4 empresas participaram, mas a ganhadora foi a
Editora e Impressora Centro-Oeste, com valor unitário de R$ 1,49, no total de R$ 29.8 mil.

Também estranho aos olhos de um cidadão comum, é que 2 meses depois a mesma empresa que levou o primeiro contrato, ao participar do segundo pregão elevou o preço para R$ 1,61, mesmo sabendo que na primeira disputa só havia conquistado o contrato por ter oferecido a pasta por R$ 0,06 a menos.

O material é usado pela Secretaria de Educação para guardar informações dos alunos da Rede Municipal de Ensino.

Presidente Michel Temer deve ter alta na manhã desta sexta-feira
O presidente Michel Temer deverá ter alta hospitalar na manhã desta sexta-feira (15), informou o médico Roberto Kalil Filho, que coordena os cuidados...
Interrogatório de Lula na Operação Zelotes é marcado para fevereiro de 2018
A Justiça Federal em Brasília marcou para o dia 20 de fevereiro de 2018 os interrogatórios do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e de seu filho ...
Senado aprova desconto de dívidas de produtores rurais e texto segue para sanção
O Senado concluiu a votação, nesta quinta-feira (14), do projeto que permite a renegociação das dívidas de produtores rurais, estabelecendo descontos...


POIS É O DIMDIM NÃO É DELE NÃO SABE DONDE SAI , POR ISTO ESTE ABSURDO...... ISTO É CHAMA-SE IMCOMPETENCIA ADMINISTRATIVA
 
ely pereira monteiro em 08/07/2013 15:55:20
Ispia.....isso é material de consumo, então imagina quanto gasta de papel , towner, entre outras.....
 
juraci montanha em 08/07/2013 13:47:46
E a Câmara Municipal não fará mais nada? Até quando esse Prefeito de quinta categoria vai continuar governando com sua impáfia e arrogância? Tenha dó!

Se está provado que está superfaturando licitações, que cassem o mandato dele e ingressem com ação civil pública por ato de improbidade administrativa o quanto antes, até porque, Senhores Vereadores, a omissão também configura ato de improbidade administrativa.

Desde o início, quando nem sequer esquentou a bunda na cadeira, o então prefeito noticiou a compra de um apartamento avaliado em 1,7 milhão. E onde estava esse dinheiro, juntou na época em que era radialista?

E a história do café da manhã com frutas, na casa dele não tem comida?

Toda hora surge uma história nova, dando mostras de que está administrando como quer!

#forabernal
 
Tiago Oliveira em 08/07/2013 13:37:55
Caramba !...ate quando vamos assistir noticias de roubo, descaso e incompetência desse Prefeito ?Não tem ninguém para barra-lo ? Não tem ninguém para dar um basta ?
E ele e muito cara de pau pra ainda querer procurar coisas erradas no antigo Prefeito,
enrola o rabo e senta encima ,ne ?
 
Vera Lucia Dias em 08/07/2013 13:24:12
ELE, é o felix da novela... kkkkk...kkkk
 
marcos dias em 08/07/2013 12:57:22
Eu estou achando melhor que a outra que saiu em tudo.
 
luiz alves em 08/07/2013 12:22:22
Seria justo se a imprensa fosse justa teria agido da mesma forma denunciando nas gestões anteriores tais discrepâncias. Mas apenas agora, e somente na gestão da capital. Sei. Governo do estado... ninguém abre o bico. Tem que analisar o caso.
 
Luis Castro em 08/07/2013 12:05:14
SR ANDERSON E PORQUE A IMPRENSA E OS VEREDORES NAO DIVULGAVAO AS FALCATRUAS DA ADMINISTRAÇAO PASSADA,ELES COM CERTEZA LEVAVAO ALGUNS POR FORA PARA SE CALAR ,MAS COM ESTAS ONDAS DE PROTESTO ELES ESTAO COM MEDO,MAS SE FOR INVESTIGAR A FUNDO TODOS OS CONTRATOS DESSA ADMINTRAÇAO E DAS OUTRAS ADMINISTRAÇOES PASSADAS TEM FRAUDES,PORQUE NIGUEM EM SA CONCIENCIA GASTA 5000,000,00 DE REAIS PARA SE ELEGER E GANHAR SALARIO DE 23.000,00 SO OTARIO MESMO PRA ACREDITAR QUE TODOS SAO HONESTOS.
 
Agnaldo Silva em 08/07/2013 11:43:37
Se o nobre vereador não denunciar à policia e ao MP estará sendo cúmplice da mesma maracutaia. Ou roubo, que e o termo correto.
 
adelar francisco taffarel em 08/07/2013 11:34:04
ESSE É MEU VEREADOR POR ISSO EU VOTO E CONFIRMO 17.700
 
ENÉIAS AGNELLI em 08/07/2013 11:32:06
Desculpe o comentário, mas esta difícil, não tem um dia que abro o site do campo grande news pra ler um boa noticia sobre a pessoa que foi designada através do voto, para cuidar de nossa cidade no geral!
Sabemos que sempre existiu alguma coisa errada em outras administração mas, temos que ser realistas, essa de agora esta uma porcaria!
 
Anderson Silva em 08/07/2013 11:28:38
Esse procedimento adotado pela Comissão de Licitação da Prefeitura é uma modalidade de licitação distinta das demais constantes da Lei 8.666/93, chama-se Conluio de rodizio, ou seja, um grupo "fechado" de licitantes alternam-se entre si, via sorteio, ou por qualquer outro processo de escolha, na homologação de contratos com a Prefeitura. Essa modalidade de concorrência é fundamentada no principio do "Antes eu depois o povo". Depois disso, a Contratada emitir a nota fiscal, recebe, e então o "cupinha" do financeiro do prefeito da uma chegadinha na sede da empresa para pegar a "comissão" que é de "direito" do Sr. Prefeito. Ético não é mesmo? O pior de tudo é que essa pratica não passa nem perto de ser exclusividade do Bernal.
 
Alexandre Mello em 08/07/2013 11:27:41
Pô será mesmo verdade que esse nosso prefeito age realmente assim? Se sim é algo muito tenebroso, será que ele e sua equipe são tão burros assim?? Desconhecem o preço de mercado?
 
Carlos Lamarca em 08/07/2013 11:11:03
Mais esse Bernal está com tempo sobrando, dar até para sair comprando pastas. Será que a Câmara municipal está comprando tudo dentro da regularidade? Cuidado com a falta de controle dos 4 dedos.
 
luis alves em 08/07/2013 10:58:39
E o famoso jargão dos políticos " TOMA-LÁ E DA CÁ " o dinheiro e publico eles fazem o carnaval e nós povo tomamos lá.
 
odair rosa em 08/07/2013 10:50:11
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions