ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, QUINTA  17    CAMPO GRANDE 22º

Política

“Caixa vai priorizar pequeno e médio produtor”, garante presidente do banco

O presidente da Caixa Econômica Federal ainda afirmou que a ajuda será para investimentos a longo prazo

Por Alana Portela e Gabriela Couto | 14/05/2021 14:38
Presidente da Caixa Econômica Federal Pedro Guimarães discursando ao lado do intérprete de Libras. (Foto: Henrique Kawaminami)
Presidente da Caixa Econômica Federal Pedro Guimarães discursando ao lado do intérprete de Libras. (Foto: Henrique Kawaminami)

“Caixa vai priorizar pequeno e médio produtor”, garantiu o presidente da Caixa Econômica Federal Pedro Guimarães nesta sexta-feira (14), durante agenda ao lado do presidente da República Jair Bolsonaro no assentamento Santa Mônica, em Terenos, 25 quilômetros de Campo Grande.

“Nos próximos cinco anos seremos o maior banco agro do Brasil”, completou Guimarães. Atualmente o posto é ocupado pelo Banco do Brasil que tem programa de crédito para produtores.

Ainda no evento, ele destacou que a ajuda não vai ser apenas com disponibilização de recursos para a próxima safra, mas sim para um investimento a longo prazo. “Um horizonte para 10 a 15 anos, não mais para a próxima safra”.

Ao lado de Bolsonaro, Guimarães criticou o empréstimo de dinheiro do banco a empresas grandes como a JBS, realizado em administração anterior ao mandato do atual presidente. “Duas empresas chegaram a pegar R$ 30 milhões e uma não pagou”.

Presidente Jair Bolsonaro à esquerda, ao lado da ministra da Agricultura Tereza Cristina, apertando a mão de produtores. (Foto: Henrique Kawaminami)
Presidente Jair Bolsonaro à esquerda, ao lado da ministra da Agricultura Tereza Cristina, apertando a mão de produtores. (Foto: Henrique Kawaminami)

A ministra da agricultura Tereza Cristina também esteve no evento e aproveitou para comentar sobre o programa Titula Brasil, lançado em fevereiro deste ano.

“Vamos unir com os prefeitos para nos ajudar a entregar os títulos. 48 prefeituras já aderiram ao programa como vocês dizem na roça, soltaram freio e o guidão”, disse.

O programa tem o objetivo de fomentar parcerias entre o Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária ) e prefeituras para maior eficiência no processo de regularização e titulação das áreas.

Durante o evento, a ministra e o presidente receberam dos moradores cestas com produtos plantados no assentamento. Entre os mimos recebidos estavam melado, rapadura, abobrinha, pimenta verde, limão, laranja banana prata, berinjela e até pepino cultivado pelos produtos locais.


Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário