A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 24 de Abril de 2018

04/10/2010 14:33

Candidatos sub judice receberam 14 mil votos em MS

Redação

Seis políticos de Mato Grosso do Sul que tiveram os registros de candidato negados receberam, juntos, 14.189 votos. Os campeões de votos foram dois ex-deputados estaduais que tentavam retornar à Assembleia Legislativa: Raul Freixes (PT do B) e Luizinho Tenório (PTB).

Eles apresentaram recursos na Justiça, que ainda não foram julgados. Freixes recebeu 5.982 votos; Tenório teve 5.234.

Somente Freixes responde por falta de descompatibilização da rádio dele no prazo legal; contas rejeitadas pelo TCU (Tribunal de Contas da União); falta de quitação eleitoral (pagamento de multa eleitoral tardia, após o prazo); e não apresentação dos documentos referentes a todos os 36 processos cíveis e criminais a que responde.

Apesar das pendências de julgamento, nenhum deles tem chance de assumir o cargo porque tiveram poucos votos em relação aos eleitos. O eleito ontem com menor quantidade de votos foi Lauro Davi (PSB), que recebeu 18.244.

Além de Freixes e Tenório, o candidato a deputado estadual Cleomar Antonio Mônaco (PSDB) teve 117 votos. Já os concorrentes a deputado federal Cibely Rabbelo de Assis Abussafi (PSL), Isoli Paulo Fontoura (PV) e José Tomaz da Silva (PHS) tiveram, respectivamente 1.549, 886 e 421 votos.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions