A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

04/10/2010 17:41

Com apenas 1 deputado eleito, PDT foi o grande perdedor

Redação

PMDB e PT vão continuar com as duas maiores forças na Assembleia Legislativa. O partido do governador André Puccinelli elegeu sete deputados estaduais, um a menos que em 2006. Já o partido adversário fez quatro deputados e manteve o mesmo poder de fogo.

A grande mudança ficou por conta do PDT, que havia elegido três deputados nas duas últimas eleições (2002 e 2006), mas agora fez só um deputado: o ex-prefeito de Aquidauana Felipe Orro, que teve 25.703 votos.

Essa derrota é resultado de uma briga interna que culminou na saída do partido de lideranças como os deputados Ary Rigo e Onevan de Matos, que foram para o PSDB. Onevan foi reeleito. Rigo, que aparece em um vídeo da operação Uragano, não teve a mesma sorte.

O PDT também jogou todas as fichas na eleição do deputado federal Dagoberto Nogueira (PDT) ao Senado. Apesar de ter aparecido bem nas pesquisas de intenção de voto, o pedetista não conseguiu ser eleito.

As duas vagas ao Senado ficaram com Delcídio do Amaral (PT), reeleito, e Waldemir Moka (PMDB).

A composição da Assembleia a partir de 2011 terá ainda três deputados republicanos, três tucanos, dois do PT do B, e um parlamentar de cada um desses partidos: DEM, PSL, PPS, PP, PSB e PDT.

Reforma da Previdência deve ser votada na semana que vem, diz Meirelles
A reforma da Previdência deve ser votada na semana que vem, de acordo com o ministro da Fazenda Henrique Meirelles. A declaração foi dada na noite de...
Quanto mais reforma demorar, mais dura será correção, diz ministro
Caso o governo não consiga aprovar a reforma da Previdência ainda este ano, conseguirá em 2018, disse hoje (11) o ministro do Planejamento, Dyogo Oli...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions