A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 24 de Agosto de 2017

03/08/2016 14:20

Com um entre os mais influentes, MS também tem 3 parlamentares em ascensão

Ricardo Campos Jr.
Em ascensão no Congresso, Simone trilha os passos do pai (Foto: divulgação)Em ascensão no Congresso, Simone trilha os passos do pai (Foto: divulgação)

Mato Grosso do Sul tem três parlamentares em ascensão no Congresso Nacional. O Diap (Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar), que listou nesta quarta-feira (3) os cem mais influentes, elencou também aqueles que ainda estão a caminho de serem considerados “cabeças” no meio político. Entre eles, a senadora Simone Tebet (PMDB) e os deputados federais Carlos Marum (PMDB) e Luiz Henrique Mandetta (DEM).

No ranking principal o único do estado este ano foi o senador Waldemir Moka, elogiado por sua habilidade articuladora.

“Fico feliz pelo estado. Quanto mais força tivermos aqui [no Congresso], melhor. Atribuo isso ao nosso trabalho nas comissões. Não é natural mesmo aparecer nos dois ou três primeiros anos de mandato como em ascensão por ser uma casa de veteranos, ex-governadores, ex-presidentes da república, ex-prefeitos de capitais”, diz Simone.

A boa atuação de Simone no Congresso marca a história da família, já que o pai dela, Ramez Tebet (PMDB), falecido em 2006, foi considerado um dos mais influentes da casa em três anos consecutivos (2002 – 2004).

O Diap seleciona os cem “cabeças” do Legislativo considerados articuladores, debatedores, negociadores, formuladores e formadores de opinião.

No caso dos parlamentares em ascensão, como Simone, Marun e Mandetta, não é informada qual a habilidade que os colocou na lista. Simone acredita ter pelo menos duas delas. “Eu tenho por hábito ser muito de bastidores, tentar conciliação, mediar, fazer a interlocução”, diz a senadora.

A peemedebista afirma que embora seja importante, a lista do Diap não é o principal quando se trabalha na política.

“Penso que temos que trabalhar sem buscar nem holofotes, nem os louros. A gente tem que cumprir uma missão. O dever que eu tenho é para com o Brasil e para com o estado. O compromisso com a população brasileira, com projetos que possam melhorar a vida das pessoas. Se vier algum reconhecimento por isso é lucro”, conclui.

Justiça Federal determina que bens de ex-prefeita sejam bloqueados
Cinco pessoas, entre elas a ex-prefeita de Três Lagoas, Márcia Moura, estão na lista em que a Justiça Federal determina o bloqueio de bens sob acusaç...
Maia diz que retomará votação sobre reforma política na próxima terça-feira
Após dar início à votação da Proposta de Emenda Constitucional da reforma política, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), encerrou a sessão ...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions