A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

20/10/2010 14:04

Evangélicos vêem "golpe baixo" em movimento pró-Dilma

Redação

Membros de grupos evangélicos que participaram de encontro promovido pela Aliança Evangélica de Campo Grande para recepcionar o senador Magno Malta (PR-ES) nesta quarta-feira ficaram indignados com o tom político que a reunião tomou. Alguns disseram que não foram informados e que o representante da candidata Dilma Roussef (PT) se esquivou das perguntas feitas.

"Foi um golpe baixo. Ninguém sabia que era reunião política. Em qualquer encontro, tem um momento que a pessoa pode dar um testemunho de vida, de experiências pessoais, não é para defender uma candidata", disse Carlos Alberto Carvalho, professor e diácono da igreja Palavra Viva.

O professor acompanhou quando Magno Malta discursou por cerca de uma hora para os evangélicos, reunidos na sede da Aliança Evangélica no bairro Santo Amaro.

"Falou o que queria e quando começaram a questionar, ele foi embora, virou as costas". Carlos diz ainda que as questões mais polêmicas destacadas no segundo turno presidencial

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions