A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

24/11/2014 11:55

Governador diz que MS está entre as melhores gestões do país

Leonardo Rocha
André ressaltou em evento que MS está entre as quatro melhores gestões do país, segundo publicação nacional (Foto: Marcelo Calazans)André ressaltou em evento que MS está entre as quatro melhores gestões do país, segundo publicação nacional (Foto: Marcelo Calazans)

O governador André Puccinelli (PMDB) afirmou hoje (24), durante evento do programa "Leite Forte", que Mato Grosso do Sul está entre as quatro melhores gestões públicas do país. Ele ressaltou que esta informação não partiu do governo estadual e sim da Revista Exame, que elaborou questionários para analisar os estados da federação.

"Não foi uma revista nossa e nenhuma subordinada ao governo, e sim uma publicação nacional, que analisou todos os estados, com um questionários com 50 perguntas, tivemos apenas uma citação de algo precisa melhorar e estamos em 4° lugar na gestão pública de todo país", afirmou ele, durante o discurso, no Centro de Convenções Rubens Gil de Camillo.

André ainda citou que nesta publicação mostra que o Estado é o segundo lugar no crescimento do PIB (Produto Interno Bruto) nos últimos 10 anos, que chegou a 363%, em uma análise proporcional com os demais estados. "Espero que o próximo governador continue esta expansão e que aplique suas prioridades e peculiaridades, assim como fiz", completou.

Puccinelli aproveitou o evento do "Leite Forte", programa da Seprotur (Secretaria de Desenvolvimento Agrário, da Produção, da Indústria, do Comércio e do Turismo), para elogiar a ex-secretária e agora deputada federal eleita, Tereza Cristina (PSB), nas ações que contribuíram para este desenvolvimento.

"Os tucanos me apresentaram vários nomes, eu disse que eram bons, mas tinham melhores, até que chegamos a Tereza Cristina, uma sugestão imposta minha".

André comentou que nem se precisa dizer sobre o resultado, já que estes programas e ações tem a ex-secretária como idealizadora."Sem teias na língua e com muita competência, ela vai defender Mato Grosso do Sul em Brasília, queremos o Estado cada vez mais forte, a união realmente faz a força".

O governador também fez questão de elogiar o atual titular da pasta, o secretário Paulo Engel. "Ele mereceu esta faixa que trouxeram hoje aqui, pois teve paciência para gerir as brigas entre Agraer, Sebrae, MST, CUT com Fetagri, fez bem o seu papel", ponderou.

Ele ainda lembrou que as disputas políticas devem acabar no dia 26 de outubro e não se estender após este prazo. "É preciso entender que brigas políticas terminam dia 26, depois seguir de forma transparente e clara, ajudando do Estado, sob a ótica dos novos comandantes", explicou.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions