A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 22 de Abril de 2018

16/02/2018 08:51

Governo envia projeto para corrigir distorções no salário dos delegados

Projeto foi encaminhado para Assembleia, para ser votado pelos parlamentares

Leonardo Rocha
Projeto foi enviado para Assembleia Legislativa, para avaliação dos deputados (Foto: Assessoria/ALMS)Projeto foi enviado para Assembleia Legislativa, para avaliação dos deputados (Foto: Assessoria/ALMS)

O governo estadual enviou projeto que trata de uma correção de eventuais distorções nos salários dos delegados de polícia de Mato Grosso do Sul. A intenção é evitar que eles percam valores em função da lei que estabelece a tabela de subsídios destes servidores.

Caso o valor do subsídio da categoria, previsto para janeiro de 2018, seja superior ao definido pela tabela, depois de ser acrescido pela PCI ( Parcela Constitucional de Irredutibilidade), a diferença será mantida. O governo pediu que a matéria siga em regime de urgência.

Com esta mudança na legislação, os delegados deixariam de perder valor igual a 1% do quinquênio previsto para janeiro de 2018. Se for aprovado pelos deputados, o projeto tem efeitos retroativos a partir de 1º de janeiro de 2018.

O governo divulgou que são 40 delegados na classe especial, 80 na 1º classe, 90 na 2º classe e 120 na 3º classe. Na tabela de subsídios mostra a evolução (valores) da carreira de cada classe, que vai do primeiro nível até o sexto.

Apesar do pedido de urgência, o projeto só vai passar pelas comissões da Assembleia, depois que os grupos de trabalho forem formados. O presidente da Casa de Leis, o deputado Junior Mochi (MDB), requisitou que as bancadas e blocos indiquem os integrantes até a semana que vem.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions