A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

24/12/2010 09:16

Juízes criticam projeto de senador de MS para repatriar dinheiro

Aline dos Santos
Projeto foi apresentado pelo senador Delcídio Amaral.Projeto foi apresentado pelo senador Delcídio Amaral.

O projeto de Cidadania Fiscal, de autoria do senador Delcídio Amaral (PT), enfrenta protesto da Ajufe (Associação dos Juízes Federais). A proposta estabelece critérios para a repatriação de recursos de brasileiros mantidos no exterior e não declarados. O governo estima em US$ 100 bilhões a fortuna que circula fora do País.

O projeto deve ser votado pelo Senado Federal em 2011. De acordo com o site do jornal O Estado de São Paulo, a Ajufe entregou nota técnica a todos os senadores.

“O Brasil não pode aceitar esse tratamento benéfico ao capital que vai para o exterior de forma criminosa, na maioria das vezes fruto da corrupção ou do tráfico internacional de drogas”, alerta o presidente da associação, Gabriel Wedy.

Os magistrados assinalam que o projeto não exige que seja comprovada a origem do dinheiro nem que se esclareça como ele foi parar no exterior.

“Só faz crítica quem não leu o projeto”, rebateu o senador. “Esse dinheiro trazido de volta poderá ser investido em infraestrutura, habitação, agronegócio, ciência e tecnologia”, afirmou.



Gostaria de saber qual é a onda desses juizes que estão criticando o projeto de repatriação de recursos do senador Delcídio. É preciso ficar atento aos movimentos do Judiciário. Já vai longe o tempo em que a palavra desse pessoal era a última palavra e a luz da verdade. Os tempos são outros. Está cada vez mais claro que um juiz é um cidadão como qualquer outro cidadão. Portanto: Olho neles Brasil.
 
Fernando Soares de Almeida em 25/12/2010 10:35:09
Eu compreendo a preocupação da AJUFE, todavia, sou favorável ao projeto. Imagine o impacto na economia nacional com a entrada de 100 bilhões de reais! E mais, os valores sonegados serão recolhidos aos cofres públicos, direta ou indiretamente. Por fim, internamente o Poder Público sempre concede benefícios de tal estirpe, como as famosas anistias, como as que vemos hoje, com a chancela do Poder Judiciário local. Logo, se o mal já foi realizado, esta é a melhor medida para mitigar seus efeitos, de uma maneira eficaz e barata.
 
Geraldo Fernandes em 24/12/2010 12:59:19
Sou favoravel que a verba,seja repatriada, mesmo que se cobre uma taxação.
Leones.
 
Leones de Almeida em 24/12/2010 12:25:28
Todo dinheiro que for repatriado deve ser bem vindo. Devemos lembrar que não pode ser visto como uma "lavagem legal" do dinheiro. Sou favorável que haja uma taxação (imposto) sobre o valor que chegar do exterior. Talvez a publicidade da operação possa auxiliar na descoberta da origem dos recursos, cujos autores ficarão em evidência frente a opinião pública e o governo.
 
Jôni Coutinho em 24/12/2010 10:03:09
Penso que a proposta de repatriação está muito bem colocada pelo senador Delcídio, com enquadramento diferenciado para os recursos que foram desviados de cofres públicos e os recursos que foram mandados para os exterior por quem queria se proteger da instabilidade financeira no Brasil. Recomendo que leiam o projeto com atenção de fazer crítica fácil.

 
Carlos Henrique Soares em 24/12/2010 01:45:57
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions