A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

20/11/2014 20:13

TSE pode extinguir zona eleitorais em cinco cidades do Estado

Ludyney Moura e Leonardo Rocha

Uma resolução do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) pode extinguir ao menos cinco zonas eleitorais em Mato Grosso do Sul, nos municípios de Pedro Gomes, Bandeirantes, Anaurilândia, Porto Murtinho e Inocência.

A medida prevê um rezoneamento e extinção de zonas eleitorais que contam com menos de 10.000 eleitores, o que atingiria em todo o país seriam quase 150 cidades. O trabalho de redistribuição dos cidadãos aptos a votar caberia aos Tribunais Regionais Eleitorais.

“Fomos procurados pelo prefeito de Pedro Gomes (Francisco Vanderley Mota, PT) que está muito preocupado em perder a zona eleitoral. Vamos buscar primeiro orientação no Estado para, se não for suficiente, tentar reverter essa situação em Brasília”, disse o deputado estadual Júnior Mochi (PMDB).

Mochi afirmou que irá consultar, em breve, o presidente do TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul), João Maria Lós. Ele também pediu ajuda ao senador Waldemir Moka (PMDB), para que interceda em Brasília junto ao TSE.

De acordo com o Tribunal, uma zona eleitoral trata-se de uma região geograficamente delimitada dentro de um Estado, gerenciada pelo cartório eleitoral, que centraliza os eleitores ali domiciliados e coordena as eleições na localidade, e pode ser composta por mais de um município, ou apenas por parte dele.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions