ACOMPANHE-NOS    
JULHO, DOMINGO  05    CAMPO GRANDE 20º

Política

Vereadores apresentam 286 emendas ao Orçamento municipal de 2018

Indicações serão analisadas e filtradas pelo relator da peça, vereador Eduardo Romero (Rede)

Por Mayara Bueno e Guilherme Henri | 09/11/2017 12:35
Sessão na Câmara Municipal de Campo Grande.(Foto: Marcos Ermínio/Arquivo).
Sessão na Câmara Municipal de Campo Grande.(Foto: Marcos Ermínio/Arquivo).

Os vereadores de Campo Grande apresentaram 286 emendas à LOA (Lei Orçamentária Anual), projeto da prefeitura da Capital, que prevê receita de R$ 3,7 bilhões em 2018.

O número foi anunciado nesta quinta-feira (9) pelo relator da peça orçamentária, vereador Eduardo Romero (Rede). O prazo para envio terminou em 7 de outubro.

Conforme o parlamentar, a partir de agora, será feita a análise e filtragem de tais emendas, já que nem todas serão de fato anexadas à LOA. Anteriormente, o parlamentar explicou que pode haver casos de indicações semelhantes, que são unificadas. Ou, ainda, sugestões inviáveis de serem executadas pela prefeitura.

Foram apresentadas 117 emendas relacionadas à urbanismo; 63 transporte; 35 para educação; 28 desporto e lazer; 21 na saúde; cinco para cultura; três na administração, assistência social, agricultura e direitos humanos, cada. Ciência e tecnologia; habitação e setor Judiciário receberam uma sugestão cada um.

Entre os pontos destacados na LOA, a prefeitura pede para elevar para 15% a margem para mexer no Orçamento sem a autorização da Câmara. Hoje, o município tem limite de 5%.

A receita prevista para ano que vem representa 3,1% de crescimento em relação ao orçamento atual, que é de R$ 3,5 bilhões. Para o ano que vem, a prefeitura reduziu os investimentos próprios em 12 áreas.