A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

21/03/2013 19:36

Atraso cancela compra de soja por chineses e saca cai até R$ 2 em MS

Nícholas Vasconcelos
Cancelamento de compra por chineses já reflete no preço da soja em MS. (Foto: Rodrigo Pazinato)Cancelamento de compra por chineses já reflete no preço da soja em MS. (Foto: Rodrigo Pazinato)

O cancelamento de compra de 2 milhões de toneladas de soja pela China já reflete em Mato Grosso do Sul, derrubando o preço da saca em até R$ 2. O país asiático cancelou a compra da oleaginosa depois do atraso causado pela falta de infraestrutura brasileira.

De acordo com o jornal Folha de S. Paulo, de 12 navios que seriam enviados com o grão entre janeiro e fevereiro, apenas dois chegaram aos portos chineses. Com o descumprimento do prazo, os compradores resolveram cancelar a compra.

O preço da saca de 60 kg hoje no Estado é de R$ 50, mas com esse cancelamento os preços já começam a cair entre R$ 1 e R$ 2.

A causa desse atraso brasileiro é a falta de infraestrutura nos portos, que operam acima da capacidade.

“É o apagão logístico que já se prevê há muito tempo”, diz o diretor da Aprosoja/MS (Associação dos Produtores de Soja de Mato Grosso do Sul), Lucas Galvan. Ele explica que seriam necessários investimentos para suprir a necessidade de transporte terrestre e nos portos, mas que demoram até 7 anos.

Mato Grosso do Sul deve colher nesta safra um total de 5,9 milhões de toneladas de soja, conforme previsão da Aprosoja. Até 70% desse total vai ser exportado pelo porto de Paranaguá (PR), apontado como um dos gargalos para o mercado externo.

Uma das saídas seria a armazenagem, que no Estado tem capacidade para 8 milhões de toneladas. A conta não fecha porque além da soja há o milho, que na safra 2012/2013 representou 6 milhões de toneladas, que precisa ser guardado separadamente.

“Mesmo essa capacidade de 8 milhões não está em boa situação, não se consegue utilizar em plenitude”, detalhou Lucas.



A matéria cita corretamente saca de 60 kg pelo preço de R$ 50,00... esse problema é mais que antigo no nosso país. Mais uma vez o governo faz um baita estardalhaço para anunciar parcerias e privatizações nos setores de ferrovia e navegação além dos portos mas os resultados não aparecem, uma pena, dinheiro que sai pelo ralo na corrupção dos acordos nos setores de infraestrutura como DNIT entre outros e os investimentos nunca se realizam. Um país que não leva a sério o produtor e uma população urbana que desconhece a realidade da dificuldade de se produzir nesse país.
 
Alexandre Vieira em 26/03/2013 21:51:15
a titulo de esclarecimento,,,,,o peso da saca de soja comercial é 60kg e nao 50kg como acima descrito......,

outra observaçao:.....deixar o produto armazenado nao condiz...pois quando se trata de produto exportado esse tem prazos a serem cumpridos.....os preços finais sao definidos conforme os prazos estipulados pra exportaçao, entao nao adianta deixar o produto armazenado 2 ou 3 meses e depois embarcar pq dai ja estaria extrapolando o prazo limite de entrega do produto ao adquirente....

obrigado
 
carlos signori em 22/03/2013 07:55:03
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions