ACOMPANHE-NOS    
MAIO, QUINTA  28    CAMPO GRANDE 16º

Veículos

Moto elétrica, uma alternativa ecológica e econômica.

Gasolina subiu e energia baixou, moto elétrica pode ser uma boa solução.

Por Márcio Martins | 10/02/2013 17:53
Foto divulgação
Foto divulgação

Que tal rodar 60 km gastando R$ 0,50? Percorrendo essa distância todos os dias, em um mês você vai desembolsar R$ 15,00 reais em um total 1800 km e o melhor, sem poluir o meio ambiente, nada mal.

Isso já é possível! Em Mato Grosso do Sul, estão à venda as motocicletas elétricas da marca Suprema, que chegaram por aqui em 2012, produtos que utilizam tecnologia de ultima geração, que garantem autonomia, qualidade com baixíssimo custo.

A marca nos emprestou uma moto para conhecermos e fazer um teste, o modelo cedido foi a E-Legance a versão topo de linha, ficamos com ela por um final de semana.

Moto elétrica, uma alternativa ecológica e econômica.

Quando pegamos a moto na loja, ficamos impressionados primeiramente pelo seu design, a moto tem um belo visual, desenvolvido por designer alemães.

Após recebermos as instruções de uso da moto, e a primeira supresa! Ao dar a partida nenhum barulho, o motor é ligado por controle remoto, e apenas os mostradores do painel se movem, nem precisou colocar a chave no contato.

Moto elétrica, uma alternativa ecológica e econômica.

Tudo ok e bateria carregada, saímos pelas ruas e o único barulho que se ouve além do vento é o contato do pneu com o asfalto. Por onde passamos a moto chamou atenção, pois parece que não tem motor, e esse é um detalhe curioso, o motor fica dentro da roda, eliminando correntes ou correias para tracionar a moto.

Ao acelerar, ela tem uma boa arrancada, um botão seleciona os modos de condução: Verde, amarelo e vermelho, este último deixa a moto com a potência máxima.

Moto elétrica, uma alternativa ecológica e econômica.

A moto elétrica Suprema é considerada um ciclomotor e destinada ao uso urbano, não é indicada para pessoas que percorrem longas distâncias, a autonomia da bateria é de até 70km, dependendo do trajeto percorrido e também do peso do condutor, esta é uma distância suficiente para as tarefas do dia a dia. O tempo de recarga é de 2 a 8 horas podendo ser carregada em uma tomada comum, 110v ou 220v.

Moto elétrica, uma alternativa ecológica e econômica.

Conforme informações de João Neves, diretor da Suprema motos, a velocidade da moto é limitada eletronicamente em 50 Km/h que proporciona um aumento considerável no nível de segurança, podendo evitar um grande número de acidentes.

Ele explicou ainda que ela possui vários componentes de motos convencionais, como pneus, sistema de freios, amortecedores, lâmpadas etc.

Benefícios da moto elétrica:

* Consome menos de R$0,01 por km rodado;
* Baixíssima manutenção (Não necessita de troca de óleo e velas, não possui carburador, transmissão, embreagem, escapamento, etc.);
* Isenta de IPVA;
* Não necessita abastecimento com gasolina;
* Recarrega diretamente na tomada 110v ou 220v;
* Ecológica: 0% emissão de poluentes.

Três modelos estão disponíveis para venda, a E-lite, E-volution e a E-legance, e os preços partem de R$ 3.990,00, os modelos estão em exposição com direito a test-drive na Av. Eduardo Elias Zahran, 1160 em Campo Grande - MS, o telefone é (67) 3027-1616.

Especificações técnica da moto elétrica:


Motor: Elétrico Corrente Contínua (sem escovas)
Potência: 1000w
Tração: Traseira
Bateria: Chumbo ácido selado 60v / 24ah
Velocidade Max.: 50 km/h
Autonomia: Até 70km
Carregador: 110 / 220 volts
Tempo de recarga: 2 – 8 horas
Freios: Dianteiro (disco) / Traseiro (tambor)
Rodas: Liga leve Aro 10
Pneus: 3.0 / 10