A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

07/11/2016 21:38

Contra a 'PEC dos Gastos', estudantes ocupam a UEMS em Campo Grande

Em Paranaíba, prazo dado por promotor para que haja "desocupação amigável" da UEMS vence nesta terça-feira às 9h

Nyelder Rodrigues e Elci Holsback
Cerca de 400 alunos participam do movimento, conforme os próprios líderes da manifestação (Foto: Direto das Ruas)Cerca de 400 alunos participam do movimento, conforme os próprios líderes da manifestação (Foto: Direto das Ruas)
Ocupação é contrária à PEC dos Gastos Públicos (Foto: Direto das Ruas)Ocupação é contrária à PEC dos Gastos Públicos (Foto: Direto das Ruas)

Mais um campus universitário foi ocupado por estudantes em Mato Grosso do Sul. Nesta noite de segunda-feira (7), o protesto acontece na sede da UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul) de Campo Grande. Os alunos são contra a PEC (Proposta de Emenda à Constituição) que limita os gastos públicos por 20 anos.

Veja Mais
Professores da Uems fazem greve na sexta e bloqueiam rodovia
UFMS continua invadida e MEC decide até amanhã sobre data do Enem

Conforme alguns participantes da manifestação, cerca de 400 universitários de diversos cursos estão no local, e devem permanecer lá durante esta noite, pelo menos. Amanhã (8) cedo, uma carta com as reivindicações e opiniões do grupo, que montou uma equipe de comunicação, deve ser repassado à imprensa.

"Estamos buscando adesão de outras universidades, buscando apoio da comunidade de forma geral. Somos contra a PEC, contra o desmonte saúde, desmonte do ensino médio", comenta uma das universitárias que participa da ocupação.

A 'PEC dos Gastos Públicos' tramita no Senado e passará por votação em dois turnos, oficialmente chamada de PEC 55. Na Câmara Federal, a proposta era a PEC 241, que foi aprovada em dois turnos. Entre os parlamentares de Mato Grosso do Sul, foram cinco votos a favor e dois contra o projeto.

Mais ocupações - Atualmente, o campus de Paranaíba - cidade localizada a 422 km de Campo Grande - da UEMS também está ocupado. A ato iniciou em 31 de outubro e impediu a realização do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) durante o fim de semana no local. A mesma situação acontece na UFMS de Três Lagoas - que fica a 338 km da Capital.

Nesta segunda, uma reunião foi feita para chegar a um acordo sobre a desocupação em Paranaíba entre a gerência do local, promotoria de justiça do município e alunos, tanto contrários como a favor do movimento.

De acordo com a gerente da unidade da UEMS em Paranaíba, Sheilla Aparecida Villa Rosa, a situação fo discutida entre as partes, sendo definido que o prazo para encerrar a ocupação é esta terça-feira (8), às 9h.

Caso não seja cumprido o prazo, o promotor Ronaldo Vieira Francisco afirmou que vai entrar com medida judicial para reintegração do campus. A desocupação seria definida em assembleia na noite de hoje, mas até o fechamento da matéria, a reportagem não conseguiu resposta sobre a situação.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions