A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

28/11/2011 12:48

Ataque a índios será discutido entre assessor da Presidência e Jacini

Aline dos Santos
Acampamento foi atacado e líder indígena está desaparecido. (Foto: João Garrigó)Acampamento foi atacado e líder indígena está desaparecido. (Foto: João Garrigó)

A situação dos guarani-caiuá no Sul do Estado será discutida nesta segunda-feira entre o secretário Nacional de Articulação Social, Paulo Maldos, e o secretário estadual de Justiça e Segurança Pública, Wantuir Jacini.

Veja Mais
MPF intermedia acordo entre guarani-kaiowá e fazendeiros em Aral Moreira
Jacini diz que governador está sendo informado sobre apuração de ataques a índios

A reunião será às 14h, na Funai (Fundação Nacional do Índio) de Dourados. Também participarão representantes do MPF (Ministério Público Federal) e PF (Polícia Federal).

Será discutido o ataque aos índios do acampamento Guaiviry, em Aral Moreira. O líder indígena Nísio Gomes está desaparecido desde o dia 18 de novembro, quando o local foi invadido.

Na ação, foram utilizadas balas de borracha. Na semana passada, quando uma comitiva da Secretaria dos Direitos Humanos visitou o acampamento, foi definido que os índios seriam mantidos sob proteção dos homens da Força Nacional de Segurança.

Posteriormente, foi firmado um acordo entre os donos da fazenda onde estão, a Nova Aurora, permitindo a presença dos índios e assegurando o trabalho na lavoura dos funcionários da propriedade.

Na última quinta-feira, ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República, Gilberto Carvalho, garantiu que um acordo para garantir terra aos índios está próximo.

“Está próximo [o fechamento de] um acordo com o Governo do Estado para que a gente consiga ter uma área delimitada para os Guarani-Kaiowá. É uma preocupação, um compromisso”, afirmou em entrevista à Agência Brasil.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions