A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

14/08/2015 09:35

Ato na praça domingo vai mandar corruptos “para o espaço”

Mais uma vez Associação Comercial lidera protesto, marcado para domingo à tarde; no protesto anterior até organizador foi vaiado

Helio de Freitas, de Dourados
Protesto realizado em março teve participação de oito mil pessoas no Centro de Dourados (Foto: Eliel Oliveira)Protesto realizado em março teve participação de oito mil pessoas no Centro de Dourados (Foto: Eliel Oliveira)

A cidade de Dourados, a 233 km de Campo Grande, volta a protestar domingo (16) contra a corrupção no país. Comerciantes, profissionais liberais e membros da Maçonaria organizam um ato, marcado para começar às 15h na Praça Antonio João, no Centro. Dessa vez, o movimento “Vem pra Rua Dourados” vai mandar os acusados de corrupção literalmente para o espaço.

Veja Mais
Avenida é fechada para divulgação de protesto contra Dilma e revolta motoristas
Chamado para protesto contra Dilma interdita avenida e fecha lojas mais cedo

Pelo menos 1.500 balões nas cores verde e amarelo serão levados para a praça com mensagens contra a corrupção e com sementes de árvores nativas da região. A expectativa é reunir pelo menos duas mil pessoas no Centro da segunda maior cidade de Mato Grosso do Sul.

“Vamos disponibilizar mensagens e balões para as pessoas soltarem durante o protesto. Essa é uma forma que encontramos de mostrar nossa indignação e mandar para bem longe todos os escândalos”, afirmou um dos organizadores do ato, o farmacêutico bioquímico Racib Panage Harb.

Esse será o terceiro protesto realizado em Dourados contra a corrupção. O primeiro ocorreu no dia 15 de março, com a participação de pelo menos oito mil pessoas na área central.

Já a manifestou do dia 12 de abril fracassou. Menos de 700 pessoas foram até a praça e até o presidente da Aced (Associação Comercial e Empresarial de Dourados), principal articulador do evento, foi vaiado em praça pública.

Reunião – Na tarde desta sexta-feira (14), A Associação Comercial realiza uma reunião com os organizadores do protesto de domingo, para definir os detalhes.

Entre as instituições convidadas estão CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas), Sindicom (Sindicato do Comércio Varejista e Atacadista de Dourados), 4ª Subseção da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), Acomac (Associação dos Comerciantes de Material de Construção), Sindicato dos Contabilistas, Maçonaria, Sindicato Rural, Sinpetro/MS e Conselho de Pastores.

“Temos que fazer a nossa parte e demonstrar nossa indignação diante do sistema que toma conta do país”, afirmou o presidente da Aced.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions