A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

29/03/2011 10:19

Estado libera construção de ponte que “rodou” em Corumbá

Fabiano Arruda

Ponte cinco fica no Passo da Lontra, na rodovia 184

Cheia causou prejuízos estimados em quase R$ 200 milhões na região pantaneira. (Foto: Capital do Pantanal)Cheia causou prejuízos estimados em quase R$ 200 milhões na região pantaneira. (Foto: Capital do Pantanal)

O governo do Estado liberou a construção imediata da ponte cinco, situada no Passo da Lontra (Buraco das Piranhas) na rodovia 184, em Corumbá.

A ponte “rodou” por conta da enchente na região e faz parte de uma lista de pontes danificadas em todo Estado.

Só para reconstrução de pontes e estradas, o governo do Estado estima que precisará de R$ 110 milhões.

Segundo o engenheiro Luis Mario Anache, chefe da Agesul em Corumbá, com o estado de emergência decretado na região pantaneira, não será necessária a licitação para construção da ponte que fica na região do Abobral e deixou ilhadas centenas de famílias, entre hoteleiros e pecuaristas.

“Computamos três cabeceiras de pontes destruídas nesta região, mas esta, em particular, rodou completamente com a força da água e ela é fundamental, pois é acesso ao Buraco das Piranhas a Curva do Leque”, disse o engenheiro.

Moradores da região estão usando barcos para chegar até a BR-262 e buscar turistas e alimentos para as pousadas e outros que estão ilhados, mas, há uma semana, dezenas de casebres foram abandonadas e as famílias ainda não retornaram.

A enchente antecipada no Pantanal já gerou um prejuízo de cerca de R$ 200 milhões aos produtores e o pico da cheia está previsto para maio. O rio só começa a secar a partir de junho. (Com informações do Capital do Pantanal)




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions