A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

18/11/2014 11:00

Homem que se usava fake de Luan Santana no Facebook é preso por pedofilia

Helio de Freitas, de Dourados
Rodrigo Leite foi preso após denúncia do Conselho Tutelar; três meninas foram encontradas na casa dele bebendo cerveja (Foto: Reprodução/Facebook)Rodrigo Leite foi preso após denúncia do Conselho Tutelar; três meninas foram encontradas na casa dele bebendo cerveja (Foto: Reprodução/Facebook)

Rodrigo Pereira Leite, 35 anos, o “Rodriguinho Poderoso”, como ele é encontrado no Facebook, foi preso no início da noite de ontem acusado de aliciar garotas menores de idade em Dourados, a 233 km de Campo Grande.

Veja Mais
Polícia conclui inquérito e acusado de pedofilia é indiciado por cinco crimes
Homem preso por pedofilia também vai responder por estupro de vulnerável

Com passagens pelo mesmo crime quando morava no Pará, Rodrigo chegou a divulgar anúncio em emissoras de rádio da cidade oferecendo emprego para adolescentes. Por volta de 18h de ontem, ele foi preso pela Polícia Militar em sua casa, no Jardim Alegre, após denúncia do Conselho Tutelar.

Três meninas moradoras na aldeia Jaguapiru, de 14, 15 e 17 anos, foram encontradas na casa no momento da prisão. Sobre uma mesa da casa, os policiais encontraram várias latas de cerveja que teriam sido oferecidas pelo acusado às acolescentes.

Segundo a polícia usava um perfil falso no Facebook, se passando pelo cantor Luan Santana para atrair mulheres para encontros sexuais. Ele também se identificava na rede social como “fazendeiro das almas perdidas”.

Rodrigo nega o aliciamento de menores e diz que realmente contratou as meninas para que elas cuidassem de seus cachorros, já que ele é deficiente físico e não tem parte dos dois braços. Três smartphones, dois tablets e o notebook de Rodriguinho foram apreendidos e encaminhados para a perícia. Ele está preso numa cela do 1º Distrito Policial.

O Conselho Tutelar acionou a polícia após receber várias denúncias de que crianças e adolescentes estariam consumindo bebidas alcoólicas na casa de Rodriguinho. As denúncias revelavam que a intenção seria explorar as meninas para prostituição.

Uma das adolescentes encontradas na casa contou aos policiais que Rodrigo prometeu pagar R$ 900 para a menina que ficasse embriagada antes das outras. Conforme os policiais, as meninas chegavam ao local de mototáxi e existe suspeita de que algumas tenham sido levadas à casa do acusado pelas próprias mães.

De acordo com a rádio 94 FM, um fato curioso que chamou a atenção dos policiais é que Rodriguinho mantinha um quarto de criança na casa, decorado com papel de parede infantil, brinquedos novos na caixa e bichinhos de pelúcia.

Outro caso - Em outubro, o servidor público Jeferson Porto da Silva, 33 anos, foi preso em Dourados acusado de aliciar garotos para programas sexuais. Pelo menos 20 adolescentes foram identificados pela polícia e prestaram depoimento afirmando que fizeram sexo com Jeferson em troca de dinheiro.


Soropositivo, o servidor está no presídio de segurança máxima após ser indiciado por favorecimento à prostituição, contágio de moléstias graves, por falsificação de um exame que apresentava para provar que não Aids e por dois crimes de pedofilia previstos no ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente).

 




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions