A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

25/06/2015 16:22

Índios relatam a deputado sumiço de 2 crianças e mulher após confronto

Helio de Freitas, de Dourados
Paulo Pimenta, presidente da Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara, conversa com índios na fazenda Madama (Foto: Divulgação)Paulo Pimenta, presidente da Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara, conversa com índios na fazenda Madama (Foto: Divulgação)

Índios guarani-kaiowá que ocupam a fazenda Madama, no município de Coronel Sapucaia, a 400 quilômetros de Campo Grande, relataram, na tarde desta quinta-feira (25), ao presidente da Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara Federal, deputado Paulo Pimenta (PT-RS), que duas crianças e uma mulher estão desaparecidas desde o confronto de ontem com produtores rurais.

Veja Mais
Deputado e procurador seguem para local de confronto entre índios e produtores
Produtores rurais e índios entram em confronto em fazenda invadida

Pimenta chegou ontem à noite a Mato Grosso do Sul após lideranças indígenas e o MPF (Ministério Público Federal) acionarem a CDH devido ao conflito por terra entre índios e fazendeiros na fronteira com o Paraguai.

Acompanhado do procurador da República em Ponta Porã, Ricardo Pael Ardenghi, o deputado seguiu para a fazenda Madama e logo após a visita sua assessoria falou com o Campo Grande News.

Segundo o relato do assessor que acompanha Paulo Pimenta, os índios informaram que as crianças desaparecidas são Diogo Pereira, 10, e Jeremias Martins, 11.

A indígena adulta não teve o nome nem a idade informados pela assessoria do congressista gaúcho. Os índios contaram que uma criança de um ano de idade também se perdeu dos pais no momento do confronto, mas foi encontrada.

Ontem à tarde, contrariando orientação de policiais do DOF (Departamento de Operações de Fronteira), um grupo de produtores rurais usando caminhonetes entrou na fazenda invadida na segunda-feira e houve confronto com os índios.

De acordo com o assessor de Paulo Pimenta, seis motocicletas, documentos pessoais, celulares, bicicletas e roupas dos índios teriam sido queimados pelos fazendeiros.

Após a visita à fazenda Madama, Pimenta e o procurador da República seguem para as duas fazendas invadidas ontem por índios do acampamento Guaivyry, no município de Aral Moreira.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions