A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

18/08/2015 09:01

Prefeito suspende contratos e manda equipe assumir limpeza de repartições

Murilo Zauith anunciou o “kit limpeza” e disse que pretende economizar R$ 12 milhões

Helio de Freitas, de Dourados
Prefeito de Dourados reunido ontem com secretários; limpeza de repartições será feita por servidores (Foto: Chico Leite/Divulgação)Prefeito de Dourados reunido ontem com secretários; limpeza de repartições será feita por servidores (Foto: Chico Leite/Divulgação)

Secretários e demais chefes de repartições municipais de Dourados, a 233 km de Campo Grande, serão os responsáveis pela limpeza dos prédios e terão de fazer o serviço sem a ajuda de trabalhadores terceirizados. A medida para contenção de gastos foi anunciada ontem pelo prefeito Murilo Zauith (PSB).

Veja Mais
Aeroporto recebe viatura de combate a incêndio e vai instalar esteira de bagagem
Em dia de prefeituras fechadas, Dourados e Corumbá mantêm serviços à população

O prefeito da segunda maior cidade de Mato Grosso do Sul reuniu os assessores de primeiro escalão e determinou a suspensão, a partir de 30 de setembro, de todos os contratos com empresas terceirizadas que atualmente fazem a limpeza dos órgãos públicos municipais. Daqui em diante, Murilo promete realizar reuniões semanais com a equipe, para avaliar o impacto das decisões adotadas ontem.

Com a medida, Murilo quer economizar R$ 12 milhões por ano. “O exemplo de austeridade tem que vir de casa, vamos começar praticando isso internamente. A partir de agora, cada secretário vai ter o seu ‘kit limpeza’ e será o responsável, com a equipe de cada pasta, em fazer a lição de casa”, afirmou o prefeito socialista.

Leilão de carros – Outra medida anunciada pelo prefeito é um leilão de veículos oficiais, para renovar a frota e reduzir gastos com manutenção. De acordo com a assessoria da prefeitura, o município tem despesa mensal de R$ 300 mil só com reparos em carros da frota oficial.

Segundo o prefeito, Dourados tem passado longe da crise que atinge a maioria dos municípios brasileiros por conta das ações de contenção de gastos adotadas desde o ano passado.

Murilo disse que Dourados tem mantido as obras em andamento e a prefeitura investe em média R$ 1 milhão a cada trimestre para bancar a contrapartida dos contratos. “Trabalhamos para manter a cidade no ritmo de crescimento satisfatório, sem corte de pessoal e sem redução de salários. Esperamos seguir assim”.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions