A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 02 de Dezembro de 2016

08/07/2015 16:37

Prefeitura faz parceria com MPF e MPE para melhorar gestão na educação

Helio de Freitas, de Dourados
A secretária de Educação, Marinisa Mizoguchi, disse que audiências públicas começam em agosto (Foto: Assecom)A secretária de Educação, Marinisa Mizoguchi, disse que audiências públicas começam em agosto (Foto: Assecom)

Através de uma parceria com o MPF (Ministério Público Federal) e MPE (Ministério Público Estadual), A Secretaria de Educação de Dourados, cidade a 233 km de Campo Grande, busca melhorar a qualidade de gestão no setor. A ação será executada através do projeto “MPEduc”.

Veja Mais
Secretária rebate falta de diálogo sobre plano e diz que educação avançou
Prefeitura assina TAC com MP e terá de fazer concurso público ainda em 2015

Conforme a secretária municipal de Educação, Marinisa Mizoguchi, o principal objetivo é estabelecer o direito à educação básica de qualidade, envolvendo membros do Ministério Público, gestores e cidadãos.

O projeto consiste em fazer um diagnóstico por meio de audiências públicas, visita às unidades educacionais e análise de questionários que são preenchidos no site do MPEduc pela Secretaria de Educação, por diretores de escolas municipais, coordenadores dos centros de educação infantil e pelos presidentes dos conselhos de Alimentação Escolar e de Acompanhamento do Fundeb.

Marinisa Mizoguchi informou que 100% de toda a rede municipal, de ensino, composta por 45 escolas municipais e 32 centros de educação infantil, já concluiu o preenchimento do questionário para a definitiva implantação do projeto.

“O que nos move é promover oportunidade igual para todos, oferecendo educação básica de qualidade. O Ministério Público pode fazer a diferença e deixar um legado em nosso país. Temos o dever de zelar pela efetividade das políticas públicas e vamos trabalhar intensamente para isso em nossa rede municipal de ensino”, afirmou a secretária.

Conforme a secretária, os membros do Ministério Público terão condições de compreender as deficiências do serviço público de educação básica e apresentar aos gestores públicos as recomendações para solucionar os problemas. As audiências públicas começam em agosto.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions