A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

15/03/2011 15:00

Sem-terra ameaçam fechar rodovia se não receberem cesta básica

Viviane Oliveira

Eles ameaçam também fazer saques a caminhões e até mesmo no comércio da cidade

Nos barracos muitas famílias reclamam que faltam alimentos. (Foto: Humberto Zim)Nos barracos muitas famílias reclamam que faltam alimentos. (Foto: Humberto Zim)

Aproximadamente 450 famílias ligadas a Fetragri (Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado do MS) que estão acampadas na rodovia MS-141 de frente a fazenda Paquetá, ameaçam fechar a rodovia, saquear caminhões e até mesmo comércio da cidade caso não forem atendidos pelo Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária). Eles reivindicam cestas básicas.

Conforme os acampados há quatro meses eles não recebem as cestas básicas doadas pelo governo, e na última sexta-feira (12) foi suspenso o cadastramento das famílias para o recebimento de cestas.

Nos barracos muitas famílias reclamam que faltam alimentos. Os acampados também cobram de uma ajuda que viria da secretária da assistência social de Naviraí, ajuda que foi feita durante um acordo no dia 29 de dezembro do ano passado, quando uma agente da secretaria esteve no acampamento juntamente com o juiz Mauricio Santos, da cidade de Sete Quedas.

Segundo os sem-terra, o juiz se comprometeu que na semana seguinte a secretaria de assistência social de Naviraí estaria no local fazendo um levantamento das condições das famílias acampadas, mas conforme o grupo essa foi a única vez que foi visto uma assistente social no local.

De acordo com os acampados a única ajuda que estão recebendo é um caminhão pipa que duas vezes por semana é disponibilizado pela prefeitura para levar água até o acampamento.

Os acampados disseram que até na próxima quinta-feira (17) eles não tiverem respostas do governo, eles irão trancar a rodovia até que seja tomada uma decisão favorável a eles.

O grupo ameaça também fazer saques a caminhões e até mesmo no comércio da cidade caso não seja atendidos com as cestas básicas. (Com informações do site Ta na Mídia Naviraí).

Os acampados disseram que até na próxima quinta-feira (17) eles não tiverem respostas do governo, eles irão trancar a rodovia até que seja tomada uma decisão favorável a eles.

Sem-terra saqueiam caminhão na MS-487, em Naviraí
Um grupo de cerca de 300 sem-terra promoveu, nesta tarde, uma ação que há tempos não se via em Mato Grosso do Sul, o saque de alimentos.Segundo as in...
Sem-terra liberam trecho da BR-163 após representante do Incra ir até o local
Após mais de 1 hora de interdição, a BR-163 no trecho entre os municípios de Naviraí e Itaquiraí foi liberada nesta tarde (3), por volta das 14h30. ...
Pelo segundo dia, grupo sem-terra interdita rodovia, agora na BR-163
Eles pedem a presença de um representante do IncraUm grupo de sem-terra interditaram a BR-163 por volta das 13h20 desta quinta-feira entre Naviraí e...
Sem-terra liberam tráfego na BR-463 após promessa de reunião com o Incra
Após quatro horas de bloqueio, os sem-terra liberaram o tráfego na BR-463, entre Dourados e Ponta Porã. De acordo com a PRF (Polícia Rodoviária Feder...



È bem mais fácil saquear lojas ,supermercados, fechar estradas... do que pegar no cabo de uma enxada e trabalhar, não é mesmo ????
 
Karine Taveira em 16/03/2011 01:17:44
Depois que um motorista de caminhão faz como o gaúcho fez com os ciclistas vão falar que ele é doido,bandido...e querer processar....vai governo, da corda pra esses malandros...quem saqueia pra mim é malandro, saque é como roubo....
emprego na cidade tem...querem tudo de graça...aqui na cidade tem muitos pais de família desempregado, já pesou se eles começam a saquear, supermercados e lojas????
a justificativa deles não vale....
Não via ter policia que segure...
 
Gilmar candido em 15/03/2011 08:03:55
Será fechada na quinta ou sexta? tenho que ir em Navirai fazer uma consulta na quinta! e tenho que pedir o dia antes, se alguem souber me informar agradeço!
 
Carlos Henrique em 15/03/2011 04:52:28
Onde chegamos?
Pessoas que não trabalham, exigem o recebimento gratuito de alimentos e, ainda, ameaçam fazer saques!
Se a situação continuar dessa forma, em breve aqueles que trabalham deverão entregar seu salário a esses ociosos.
Vão ganhar o pão com o suor de seus rostos, como Jesus bem mandou!
 
João Sandro em 15/03/2011 03:15:17
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions