A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 27 de Setembro de 2016

02/01/2016 15:54

Combustíveis devem ficar até R$ 0,20 mais caros a partir de segunda

No fim de dezembro, setor chegou a afirmar que seguraria alta decorrente de mudança na pauta fiscal

Mariana Rodrigues e Lauro Burke
Reajuste valerá para todos os combustíveis. (Foto: Marcelo Calazans/Arquivo)Reajuste valerá para todos os combustíveis. (Foto: Marcelo Calazans/Arquivo)

Com o aumento da pauta fiscal, alguns postos de combustíveis de Campo Grande decidiram que repassarão os valores para o consumidor final. O Campo Grande News consultou, neste sábado (2), cinco postos da Capital: todos confirmaram aumento de até R$ 0,20, porém a data para esse reajuste ainda não foi definida.

Veja Mais
Pauta fiscal sobe, mas postos tendem a segurar aumento nas bombas
Pauta do ICMS eleva preço do etanol em 9,4% e tira vantagem sobre gasolina

O aumento da pauta fiscal, ou seja, o PMPF (Preço Médio Ponderado ao Consumidor Final) do ICMS (Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviço) começou a valer ontem (1), mas alguns postos informaram que não iriam alterar o valor do comustível, pelo menos, nos primeiros dias do ano. Mas, neste sábado, todos confirmaram o aumento que será de até R$ 0,20.

De acordo com publicação do Confaz (Conselho Nacional de Política Fazendária), o PMPF dos combustíveis terão reajustes. A gasolina aditivada é a que sofreu maior alta, se comparado com o reajuste anterior, passando de R$ 4,7886 para R$ 4,829, ou seja, alta de 0,84%. A gasolina comum, que antes custava R$ 3,5989, agora está R$3,5983 (0,01%), ficou praticamente estável, se comparado ao aumento anterior.

Anteriormente, o Campo Grande News já havia noticiado sobre o reajuste. A maioria dos postos consultados disse que iria segurar os preços e não repassar o aumento da pauta fiscal para os consumidores finais.

Em Campo Grande, foram consultados cinco postos de diferentes regiões, todos afirmaram que irão repassar o aumento para o consumidor final. Destes, três não informaram a data e o valor do reajuste.

No posto Caravágio, localizado no Bairro Tiradentes, por exemplo, o reajuste será de R$ 0,19. Atualmente a gasolina aditivada custa R$ 3,34 o litro, ou seja, o aumento será de 5,68% e passará a custar R$ 3,53 o litro. Funcionários do posto informaram que o reajuste começa a valer a partir de segunda-feira (4), ou enquanto durar o estoque atual do combustível.

Em Paranaíba, gasolina está mais cara desde o dia 31 de dezembro. (Foto: Direto das Ruas)Em Paranaíba, gasolina está mais cara desde o dia 31 de dezembro. (Foto: Direto das Ruas)

No interior do Estado, o reajuste já foi repassado antes mesmo da nova pauta fiscal começar a valer. Em Paranaíba, distante 422 quilômetros de Campo Grande, a gasolina subiu na última quinta-feira (31), de acordo com registro de um leitor do Campo Grande News, a gasolina comum subiu de R$ 3,09 para R$ 3,29 (aumento de 6,47%).

Segundo o leitor, o etanol e gasolina tiveram reajuste em todos os postos, mas em dois postos que são do mesmo proprietário, o aumento foi de R$ 0,20 em todos os combustíveis.

Reajuste – A publicação do Confaz sobre o aumento da pauta fiscal saiu no dia 23 de dezembro e entrou em vigor no primeiro dia de 2016. A gasolina comum, que antes custava R$ 3,5989, agora está R$3,5983 (0,01%), ficou praticamente estável, se comparado ao aumento anterior. A gasolina aditivada é a que sofreu maior alta, se comparado com o reajuste anterior, passando de R$ 4,7886 para R$ 4,829, ou seja, alta de 0,84%.

Sofrem aumento também o etanol R$ 3,5983 e o diesel R$ 2,7771. O diesel S-10 ficou mais barato nesse reajuste ficou em R$ 3,1689, sendo que antes estava em R$ 3,1649, ou seja uma diferença de 0,12%. Já o óleo diesel foi reajustado para baixo e o preço médio passa de R$ 3,0619 para R$ 3,0451 (redução de 0,55%).




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions