A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

29/11/2016 07:24

Anac proibiu voo fretado e time precisou mudar logística da viagem

Priscilla Peres
Time de Santa Catarina. (Foto: Globo Esporte)Time de Santa Catarina. (Foto: Globo Esporte)

A aeronave que transportava da Chapecoense para a Colômbia pertencia a companhia aérea LaMia e decolou de Santa Cruz de la Sierra, na Bolívia, com 81 pessoas a bordo. O time pretendia ir até Medellín em um voo fretado, mas a Anac (Agência Nacional de Avião Civil) negou a solicitação ontem, obrigando a alteração na logística.

Veja Mais
Autoridades confirmam 75 mortos e apenas 5 sobreviventes em acidente
Avião com time da Chapecoense cai na Colômbia com 81 pessoas a bordo

Ontem, o Globo Esporte noticiou que a Chapecoense precisou mudar os planos da viagem para a Colômbia após decisão da Anac. O time embarcou no aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, em voo comercial na tarde de ontem. Para isso, cancelou o treino previsto para a tarde de segunda no estádio Club Evigado.

Hoje, seria feito um treino de reconhecimento da partida no estádio Atanasio Girardot. Única atividade antes do jogo da final da Copa Sul-Americana, contra o Atlético Nacional. A decisão da Anac em relação a Chapecoense é a segunda, a logística também tinha sido problema na última ida do time à Colômbia.

Segundo informações do G1 e Globo Esporte, o avião que transportava a delegação tinha quase 17 anos de uso e era britânico. A aeronave já tinha transportado a seleção nacional da Argentina para uma partida no início deste mês, no Brasil. Antes, também transportou o time da Venezuela.

 




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions