A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

04/01/2013 18:23

Sem Igrejinha e sem dinheiro da Prefeitura, desfile das escolas define datas

Elverson Cardozo
Este ano, Praça do Papa não vai receber o brilho da Igrejinha. (Foto: Arquivo/João Garrigó)Este ano, Praça do Papa não vai receber o brilho da Igrejinha. (Foto: Arquivo/João Garrigó)

Sem a Igrejinha na avenida, o carnaval de Campo Grande já está definido. Oito escolas vão garantir a folia nos dias 8 e 9 de fevereiro. A ordem dos desfiles, que serão realizados na Praça do Papa, mesmo local do ano passado, ainda não foi definida, mas a previsão é que as agremiações comecem a folia às 20h, por conta do horário de Verão. 

Veja Mais
Depois de 37 anos, Igrejinha não vai desfilar no carnaval de Campo Grande
Manisfetação a favor da Igrejinha reúne escolas

A data está definida, mas sobre o apoio financeiro, a única certeza por enquanto é em relação ao Governo do Estado. Da Prefeitura, nada por enquanto. 

Até agora, quatro agremiações divulgaram o enredo. A Vila Carvalho tem como tema “O Brasil mostra sua cara”; Cinderela Tradição do José Abraão vai invocar o espírito patriota com “Sou Brasileiro e não desisto nunca”.

Unidos do São Francisco vai falar sobre “As quatro estações do ano”. A Unidos do Cruzeiro entra com o tema “Do lixo ao luxo – Até num amontoado de lixo nascem flores". As outras escolas ainda não entregaram o enredo. Até agora, nenhuma sinopse foi divulgada.

Apoio - Segundo o presidente da Lienca (Liga das Entidades Carnavalescas de Campo Grande), Eduardo Souza Neto, o governo de Mato Grosso do Sul vai liberar ajuda de custo no valor de R$ 160 mil.

O dinheiro será divido entre as escolas, pela ordem de classificação no carnaval de 2012. A Vila Carvalho, campeã do ano passado, receberá o maior valor, R$ 25 mil. As agremiações do grupo especial aparecem na sequência.

A Deixa Falar – que foi notificada pelo Semadur (Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano) e corre o risco de interdição – terá direito a R$ 24 mil. A Unidos do Cruzeiro receberá R$ 23 mil, enquanto a Catedráticos do Samba fica com R$ 22 mil.

No grupo de acesso, a Cinderela Tradição tem direito a maior quantia, R$ 18 mil. Unidos do Aero Rancho receberá R$ 17 mil; Unidos do São Francisco R$ 16 mil e a Estação Primeira do Taquarussu terá R$ 15 mil.

Indefinição - Eduardo Souza destacou que, desta vez, há uma indefinição sobre a parceria com a prefeitura de Campo Grande, por conta da troca de comando e porque ainda não foi definido quem será o presidente da Fundac (Fundação Municipal de Cultura).

A situação, salientou, já preocupa os carnavalescos e a própria Lienca que já vai sofrer, este ano, uma perda na avenida. 

“Estamos apreensivos porque o nosso carnaval é realizado em parceria com o Estado e o município, mas até agora não temos informações de quem vai ser o presidente da Fundac. A previsão é lançar o carnaval com a prefeitura, mas a gente não sabe se vai ter esse apoio”, declarou.

A indefinição, segundo o presidente da entidade, pode alterar todo o cronograma e comprometer os desfiles.




O carnaval é um grande espetáculo a céu aberto - CULTURA esta defendida na Constituição Federal, que abriga a família campograndense, emprega diversas pessoas, e muito mais traz diversão e alegrias ao nosso povo. Defendemos esta bandeira porque somos amantes e não queremos quebrar com esta tradição...
 
Alan Coelho Catharinelli em 05/01/2013 14:00:49
Acho que o BERNAL tem coisas mais interessantes que se preocupar, como as enchentes, buracos e principalmente a SAÚDE, esse carnaval de rua de CAMPO GRANDE, já devia ter acabado a muito tempo, é uma verdadeira porcaria, dar dinheiro para esse povinho para que?
 
Octavio Augusto em 05/01/2013 09:18:18
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.