A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

30/10/2016 18:01

Para juiz e delegado, segundo turno foi tranquilo, com apenas uma ocorrência

Richelieu de Carlo e Leonardo Rocha
Juiz eleitoral e delegado da Polícia Federal avaliam o domingo de votações. (Foto: Leonardo Rocha)Juiz eleitoral e delegado da Polícia Federal avaliam o domingo de votações. (Foto: Leonardo Rocha)

Autoridades e torcedores dos candidatos postulantes à Prefeitura de Campo Grande acompanham o resultado da apuração das urnas na sede do TRE (Tribunal Regional Eleitoral), no Parque dos Poderes, na Capital. No balanço das votações, a avaliação é de que foi um pleito tranquilo.

Veja Mais
Sem filas ou tumulto, tarde de votação é tranquila na maioria das seções
Manhã de votação tem tranquilidade de eleitores e otimismo de candidatos

Segundo o delegado Cleo Mazzotti, chefe da delegacia da PF (Polícia Federal) que combate crime organizado em Mato Grosso do Sul, a eleição não teve grandes problemas, com a ocorrência de apenas um termo por boca de urna no bairro Jardim Canguru.

Uma mulher, identificada apenas como Maria, foi levada para a superintendência da PF e assumiu o compromisso em comparecer em juízo quando chamada. Após o termo ser lavrado, ela foi liberada.

O delegado ressaltou que houve várias rondas na cidade pela PF, com “ações ostensivas bem planejadas e executadas”, e toda fiscalização foi “positiva”. Sobre as denúncias, ele ressaltou: “todas as denúncias que chegaram à Justiça Eleitoral e Ministério Público Eleitoral será analisado caso a caso e tomadas as devidas providencias”.

O juiz eleitoral David de Oliveira destacou a tranquilidade da eleição e que abstenção será maior neste segundo turno em relação ao primeiro, o que, segundo ele, “gera preocupação em relação a representabilidade do candidato eleito”.

Ele diz que, entre as denúncias recebidas, há de propaganda irregular, abuso de poder econômico e compra de votos. Todas serão analisadas ao longo do próximo mês.

Na sede do TRE, tem uma viatura do Corpo de Bombeiros, uma equipe da tropa de choque com quatro agentes, 60 policiais de plantão para qualquer eventualidade. Ao todo, são 19 policias militares de cavalaria e 3 policiais em uma viatura. São cinco policias ambientais e 50 pessoas na torcida.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions