A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

25/06/2014 09:05

Polícia encontra bebida em carro envolvido em racha e jovens continuam presos

Aliny Mary Dias e Francisco Júnior
Sandero conduzido por um dos jovens ficou danificado (Foto: Marcos Ermínio)Sandero conduzido por um dos jovens ficou danificado (Foto: Marcos Ermínio)

A polícia encontrou uma garrafa de bebida alcoólica em um dos carros envolvidos no racha, ocorrido na madrugada desta quarta-feira (25), na Avenida Afonso Pena, em Campo Grande. Os dois estudantes de Medicina Veterinária, de 18 e 22 anos, continuam presos e não poderão pagar fiança para serem liberados.

Veja Mais
Estudantes universitários são detidos suspeitos de participar de racha
Motorista acusado de matar ciclista durante racha se apresenta à polícia

Além do depoimento de André Andrade Rosa, 18 anos, e Pedro Henrique Pequim Taveira, 22 anos, a Polícia Civil já ouviu um médico do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), considerado a principal testemunha do caso. Ele contou à polícia ter visto os motoristas tirarem racha e um deles sofrer acidente.

O advogado dos jovens, Amilton Ferreira de Almeida, afirma que em razão dos crimes de racha e embriaguez ao volante, que ainda não foi confirmada pela Polícia Civil, somarem mais de 5 anos de detenção, os estudantes não poderão pagar fiança para serem liberados. O advogado diz que entrará com pedido de liberdade ainda hoje.

O delegado responsável pelo caso, Luiz Tomaz, também deve ouvir policiais do BPTran (Batalhão de Polícia de Trânsito), que afirmam que os jovens estavam em visível estado de embriaguez.

Caso - Os dois jovens foram detidos por volta das 5h30 de hoje depois de um deles, que conduzia um Sandero, colidiu, a princípio, no meio-fio. O outro estava em uma Parati. As mães dos estudantes foram até a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Centro da cidade e negaram que os filhos participaram de racha.

 




A polícia deve investigar e se comprovada a culpa dos mesmos, não devem ser soltos. Por conta da imprudência e falta de amor á própria vida e a de muitas vítimas inocentes que acabam morrendo. O que esses pais estão ensinando hoje em dia??? Passar a mão na cabeça é fácil queria ver se os mesmos tivessem dentro de um caixão agora como seria. Graças a Deus o pior não aconteceu e nenhuma pessoa foi ferida ou teve sua vida ceifada. INDGNADA COM A IMPRUDÊNCIA DE NOSSOS JOVENS.
 
Michelly Luciano Gomes em 25/06/2014 10:24:04
Coitadinho deles, não estavam fazendo racha só estavam apostando corrida, ai atropelam pessoas inocentes na rua e vão embora. Irresponsáveis, e as mães tentando acobertar o erro dos filhos, não é assim que ensina um filho, eles tem que assumir o erro, se eles fossem vítimas as mães pensariam diferente. Clamariam por justiça.
 
Marcos Moreira de Melo em 25/06/2014 09:57:40
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions