A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Junho de 2018

01/02/2011 10:29

A crueldade da melancolia

Por Adriana Camargo do Nascimento (*)

Deveras saber que tal sentimento cuja alma invoca piedade é silencioso e aterrorizador, tendo em suas víceras a pulsão de morte entrelaçada à culpabilidade inconsciente. Essa tal melancolia é mais comum entre pessoas, que possuem sensibilidade aguçada. É um estar contínuo, por vezes solitário outrora acompanhada de angústia.

Com a dissipação do impulso de vida, o sujeito se torna vulnerável ao mundo externo,tornando –se indigno da vida. O estado de alegria nesse tipo de personalidade é sorrateiro e fulgáz. Antigamente era conhecida com a Tristeza Negra ,um horror paralisante.

É frequente expressar a idéia passiva de renúncia diante da batalha da vida onde surge a perda da auto- estima por vezes tão profunda que se abandona qualquer esperança de recuperá-la. O ego vê-se abandonado pelo superego deixando enfraquecer.Os atos destrutivos ocorrem no estado melancólico como forma de auto –punição.

Diante de tal contexto é importante salientamos que a ordem é ressignificar como a cada raiar do sol indo em busca do conhecimento pessoal podendo assim, entrar em contato com sua real dor e denominá-las .

A busca de profissionais especializados facilita e instrui o caminho da possível amenização do sentimento de melancolia e possibilita o reencontro do equilíbrio emocional. As pessoas são como diamantes brutos, só adquirem brilho e validade depois da passagem por processo de lapidação, portanto, torne-se instrumento de lapidação deste ser único, que é você.

(*) Adriana Camargo do Nascimento é psicóloga.

A liberdade está sob ameaça dos insensatos
A contundente e oportuna defesa da liberdade de imprensa feita, em seminário recente, pela Presidente do Supremo Tribunal Federal, Ministra Cármen Lú...
Importa que a coisa ande
Independente do resultado de sua votação em plenário, o Projeto de Lei 3200 (sobre o registro de defensivos agrícolas) deu um passo importantíssimo c...
A Rússia que você não vai ver na Copa
‘Sob nuvens elétricas’ é um filme que, ambientado em 2017, um século após a Revolução Bolchevique, mostra uma Rússia que não aparecerá na Copa do Mun...
Analgésico esférico
A história se repete. Nesta semana de abertura da Copa os olhos mundiais se voltam para a Rússia, um país que esconde enorme população vivendo abaixo...


Muito bem escrito!!!
Profundo, demonstrando muito bem a melancolia.
Parabéns!!!
 
Vanda Viana em 10/03/2011 10:01:11
Esse artigo retrata muito bem a melancolia, gostei
 
Cristina Ribeiro em 04/03/2011 07:59:14
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions