A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Junho de 2018

22/09/2016 08:12

Liderando pela autoridade e não pelo poder

Por Flavio Melo Ribeiro (*)

As pessoas na sua maioria querem fazer parte de algo especial, seja no lazer, na família ou no trabalho. E não se alcança tal situação sem esforço e sem dedicação.

Isto aumenta a responsabilidade do líder, é primordial que as pessoas que exerçam algum tipo de liderança o façam exigindo excelência, para que as pessoas por ela lideradas façam o melhor de si.

Com o passar do tempo os liderados irão perceber que construíram algo significativo e vão se orgulhar disso. Ninguém sai melhor de um trabalho em que não lhe foi exigido nada, que não pode demonstrar o que sabe, nem precisou aprender nada para fazer o que foi solicitado.

É fundamental que se reconheça útil e muitas vezes realizadas. Nesse processo o líder pode utilizar a essência da liderança, que é fazer com que o liderado faça de BOM GRADO e MOTIVADO o que o líder deseja.

Para isso é fundamental utilizar-se da autoridade, do exemplo, do incentivo e evitar o poder de mando. É importante incentivar a utilização do conhecimento, da criatividade do liderado.

Primeiramente o líder precisa deixar de pensar nele primeiro para pensar no grupo, na missão da organização, nas tarefas, nas pessoas que compõem o grupo de liderados.

Se o líder não se doar, nem procurar atender as necessidades do grupo, não vai receber em troca o apoio e a dedicação das pessoas que ele lidera.

Que fique bem entendido, satisfazer as necessidades e não as vontades das pessoas que compõem o grupo, quer dizer, alcançar o que realmente falta para que as pessoas possam realizar as tarefas que lhes foi solicitada.

E principalmente elogiar quando os subordinados se saíram bem, para que estes possam se reconhecer como alguém que faz bem feito. Não há dúvida que é melhor liderar uma equipe que tem orgulho do que faz. 

(*)  Flavio Melo Ribeiro é psicólogo. 

O impacto da arte
Campo Grande foi agraciada neste fim de semana com um espetáculo de dança-teatro que, certamente, é digno de ser apresentado nas maiores cidades do m...
Promessas inviáveis
Nos próximos seis meses, assistiremos a três eventos: bons jogos de futebol, repetitivas eleições e promessas inviáveis. Os primeiros, em função da C...
É possível reduzir a carga tributária em processos de inventários e doações
Mesmo se tratando de uma taxa que também incide na comunicação de transferência de bens e imóveis, o ITCMD (Imposto de Transmissão Causa Mortis e Doa...
A descotização da Eletrobras
A maior empresa de geração e distribuição de energia elétrica do país, a Eletrobras, amarga prejuízos nos últimos anos em função da política energéti...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions