A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 26 de Setembro de 2017

17/10/2011 07:05

Uma leitura diferente de si mesmo!

Por Carlos Luquetti*

Todos nós temos por hábito diário olhar no espelho. Esta necessidade parte do princípio de que precisamos constatar como anda a nossa aparência; também nos preocupamos com os detalhes que esta rotineira visualização proporciona.

Focados no espelho, a máxima é imaginarmos em que condições estamos nos apresentando diante da sociedade, tendo em vista que vivemos num mundo de aparências e evidências onde por valores distorcidos, acabamos por valorizar o “ter” do que o “ser”.

O “ter” gera uma transposição física que nos leva ao status - co (segundo a situação ou momento atual), onde a aparência física (pessoal) financeira e demais condições servem apenas para abrir portas da sociedade. Correto seria que estas mesmas portas fossem abertas através do “ser” onde o caráter é a chave. O mover modernístico leva as pessoas a criarem falsas vitrines de si mesmas que as satisfazem diante dos espelhos da vida, mas o que realmente importa, é o que está no oculto do nosso interior.

A única forma de conhecermos este oculto é consultarmos outro tipo de espelho...nosso espelho espiritual. Quantas pessoas podem fazer isto sem algum peso em sua consciência?

Constatar a sua verdadeira condição é o primeiro passo para um encontro com o seu Criador; falando nele, como anda a sua relação com ELe?

O espelho espiritual revela-nos o coração pecaminoso do homem, bem como, é a verdadeira imagem que expomos à Deus. Eis a oportunidade de olharmos dentro dos nossos corações e verificarmos o que existe dentro dele.

Nosso coração deve estar repleto dos frutos gerados e produzidos pelo espírito de Deus, que são: amor, alegria, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fidelidade, mansidão, e domínio próprio. Gálatas 5:22 e 23.

Do contrário, não poderemos esconder de Deus, da sociedade ou de nós mesmos, a imagem do espelho natural que evidencia um coração sem Deus, onde fazem morada os maus pensamentos, os adultérios, as prostituições, os homicídios, os furtos, a avareza, as maldades, o engano, a inveja, a blasfêmia, a soberba e a loucura.

Todos estes males procedem de dentro do coração e contaminam o homem. Marcos 7: 21-23.

Ao contrário dos contos de fada onde o espelho natural pode encantar o ego e vaidade das pessoas através de muitos artifícios, o espelho espiritual expõe de forma nítida à Deus tudo que se passa no nosso coração. Nada se pode esconder ao seu olhar flamejante. Mas existe uma saída para mudar esta imagem interior, na qual é preciso muito sacrifício, renovo da alma e transformação de proceder em um caráter reto e verdadeiro.

Há muitos cristãos que oram, jejuam, louvam, tomam parte na Santa Ceia que, no entanto, acabam crucificando Deus constantemente. Esta crucificação pode estar relacionada às falsas imagens propagadas de diferentes formas. Gastamos tempo e dinheiro com cirurgias, cosméticos, academia e tantas outras coisas mais, porque realçar nossa imagem natural é bem mais fácil do que transformar a nossa imagem espiritual.

Talvez seja porque, ainda não entendemos que o nosso coração, o qual é refletido no espelho, é o verdadeiro templo de Deus e, cada vez que nos posicionamos diante dos espelhos da vida, Ele, pacientemente nos olha e anseia que tomemos uma atitude de limpar nossos corações, lançando todo o pecado fora dele.

“Bem aventurados os limpos de coração porque eles verão a Deus. Matheus 5.8

Você, amigo e leitor, devem estar agora em conflito com o seu espelho natural e o espiritual, mas, a própria Palavra de Deus diz que as suas coisas não habitam na dúvida! E nós, temos apenas uma saída para que Deus se agrade da sua criação, pois a nossa imagem espiritual é a que alcança os céus... Não serão suas obras, sua aparência, seu carro, dinheiro, seu ego, poder ou sua vaidade de querer se sobressair sobre os outros, será a sua decisão de se colocar diante de Deus, reconhecendo-o como seu criador e pedir-lhe um coração puro e renovado.

Deus está ansioso para dar um novo rumo as nossas vidas. “Dar-vos-ei um coração novo e porei dentro de vós o meu espírito” Ezequiel 36: 25 – 27.

Qual imagem é predominante no seu espelho? A de um homem segundo o coração de Deus, ou a de um coração sem Deus?

Ainda há tempo de se mudar a imagem refletida!!

(*) Carlos Luquetti é jornalista, articulista, editor do Jornal Rio Brilhante, assessor de Comunicação Social e Institucional da Câmara Municipal de Nova Alvorada do Sul e membro do Ministério Evangélico Vida Nova.

Escola: o lugar da diversidade, da construção de alteridade
A discussão sobre diversidade nunca esteve tão atual, inclusive é até pauta da novela da Rede Globo, “Força do Querer”, trazendo fortemente a dor, a ...
As empresas podem economizar com contas-correntes em cooperativas de crédito
Ao abrir uma empresa é necessário lembrar que alguns pontos são fundamentais para que tudo aconteça conforme planejado. Por isso, um dos fatores mais...
Às vezes, temos de magoar alguém para salvar a nós mesmos
Poderemos ter que romper com um parceiro que ainda nos ame, que dizer não a alguém muito querido, que ser antipáticos, pois sempre haverá a necessida...
Por que participar do Comitê dos Usuários de Serviços de Telecomunicação
Desde a polêmica das franquias de dados na Internet fixa, a Agência Nacional de Telecomunicações vive uma crise de imagem e de legitimidade. Na época...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions